Se você é investidor ou se interessa por criptomoedas, deve aprofundar o seu conhecimento sobre Bitcoins e descobrir também o que é o Satoshi e como ele funciona. Afinal, nos últimos anos, os Bitcoins têm ganhado espaço no mercado financeiro mundial, principalmente em razão da sua alta valorização e do aumento significativo de adeptos da moeda. 

O Satoshi faz parte do Bitcoin, porém, muitas pessoas que usam Bitcoins desconhecem esse fracionamento e as suas implicações na rotina de um investidor. Pensando nisso, desenvolvemos este artigo trazendo os principais conceitos, dicas de conversão e mais informações relevantes sobre o tema. Vamos lá?

O que é Satoshi?

O Satoshi representa a menor parte de um Bitcoin, ou seja, ele nada mais é o nome dado para as frações dessa criptomoeda. Para entender melhor o conceito, é possível fazer uma analogia com a moeda que usamos no Brasil. O centavo é o nome dado para a fração do real, e a proporção é de 100 centavos para 1 real. 

Nesse exemplo, o Satoshi está para o Bitcoin assim como o centavo está para o real. Todavia, a grande diferença entre as moedas usadas nessa analogia é que as criptomoedas podem ser fracionadas mais vezes do que as moedas tradicionais, justamente por estarem disponíveis apenas virtualmente e não precisarem ser adequadas para a rotina de impressão e transações palpáveis.

Quantos satoshis tem um Bitcoin?

Antes de aprender a fazer a conversão, ou seja, entender quantos Satoshis formam um Bitcoin, é importante ter em mente que o valor do Bitcoin está vinculado à oferta e à demanda. Assim, a sua cotação varia diariamente. Também é importante destacar que a moeda virtual tem fabricação limitada. Dessa forma, só poderão existir no mercado 21 milhões de unidades dessa criptomoeda.

Uma das grandes qualidades das criptomoedas é a capacidade de divisão ilimitada. O Satoshi é uma representação clara dessa qualidade. 

A correspondência entre Bitcoins e Satoshis é a seguinte:
1 Bitcoin corresponde a 100.000.000 Satoshis;
0,5 Bitcoin corresponde a 50.000.000 Satoshis;
0,25 Bitcoin corresponde a 25.000.000 Satoshis — e assim sucessivamente.

Por outro lado, olhando primeiro da perspectiva dos Satoshis, temos que: 
1 Satoshi corresponde a 0,00000001 Bitcoin;
10 Satoshis correspondem a 0,00000010 Bitcoin;
100 Satoshis correspondem a 0,00000100 Bitcoin — e assim por diante.

Dessa forma, os Satoshis permitem que os investidores não precisem de fato ter um Bitcoin inteiro para fazer uso da moeda digital. É possível ter frações da moeda e mesmo assim fazer transações e pagar por serviços como qualquer usuário da criptomoeda.

Isso traz mais usabilidade para a moeda, uma vez que a cotação de um Bitcoin é bastante elevada, o que significa que nem todas as pessoas têm recursos financeiros para comprar um Bitcoin completo.

Como não existe nenhuma obrigação de utilizar Bitcoins em pagamentos, a moeda acaba tendo como uma de suas características mais fortes a inconstância, sendo que o seu valor varia de acordo com a especulação dos usuários. Isso explica o motivo de ocorrerem variações tão altas de valorização e desvalorização em prazos curtos de tempo, inclusive de um dia para o outro.

Vale destacar que o Satoshi não é a única divisão dessa criptomoeda. Existe também a Milibitcoin, que vale 0,001 BTC, e o Microbitcoin, que vale 0,000001 BTC. Entretanto, o Satoshi tem maior representatividade em razão de ser o menor fracionamento existente.

E 1 Satoshi em real? Quanto vale? 

Como a cotação do Bitcoin está sempre variando, não temos como estimar com precisão neste post de blog quanto vale a conversão de Satoshi em real atualmente. Porém, na cotação do momento em que este texto está sendo produzido —  agosto de 2021 —, um Satoshi vale R$ 0,0026227957. 

Para você descobrir quanto dá a conversão do satoshi para real na cotação do Bitcoin hoje, basta dividir o valor em reais do Bitcoin pelo valor da fração. Portanto, a fórmula a ser seguida é a seguinte: 

COTAÇÃO DO BITCOIN EM REAIS / 100.000.000 = VALOR DO SATOSHI EM REAL

Utilizando essa fórmula ou, até mesmo, a regra de três você, saberá quanto vale 1 Satoshi em real. Basta ter em mãos informações sobre a cotação do Bitcoin no momento do cálculo. Bem simples, não é? 

Significado do nome Satoshi  

Os Satoshis foram denominados em homenagem a um programador (ou grupo de programadores) que foi o idealizador do Bitcoin e se identificava pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto. 

Desde o lançamento dos Bitcoins, em 2009, o mercado especula se o idealizador dos Bitcoins é mesmo uma pessoa física ou uma empresa, mas pouco se pode afirmar a respeito. Algumas pessoas até afirmaram publicamente serem Satoshi Nakamoto, mas nada foi realmente confirmado e a sua verdadeira identidade continua desconhecida. 

O fato é que a figura de Nakamoto foi a responsável pela apresentação do conceito de criptomoedas em um grupo de discussões online no ano de 2008, quando pouco se falava sobre o tema. Depois de algum tempo, em 2009, o mesmo autor dessa apresentação lançou os Bitcoins no mercado, bem como a tecnologia de blockchain em que são baseados.

Uma curiosidade interessante sobre o assunto é que a palavra “Satoshi” em chinês significa “pensamento claro, inteligência rápida”. “Naka” significa “interior” e “Moto” significa “base, origem”. Curioso, não é mesmo? 

Riscos do investimento em Satoshis

Como os Satoshis nada mais são do que partes de Bitcoin, eles apresentam os mesmos riscos que unidades completas da criptomoeda. Sendo assim, os mesmos cuidados que já comentamos em outras publicações por aqui continuam sendo válidos quando estamos falando da compra e venda de Satoshis. Vamos relembrá-los? 

Sites mal-intencionados

Encontrar sites ou banners em toda a internet prometendo Satoshis gratuitos se tornou algo banal com a popularização dos Bitcoins. Porém, não se engane: se a oferta é grande, provavelmente o que você precisará dar em troca também será. 

Riscos como malwares, roubo e vazamento de dados, dentre outros perigos, são uma realidade à qual você precisa estar atento. Antes de acessar um site com grandes promessas, pesquise sobre ele. Alguns minutos em fóruns que trazem a opinião dos usuários poderão te salvar de grandes enrascadas. 

Além disso, um bom antivírus será o seu melhor aliado. Diversas empresas de proteção digital oferecem opções baratas, porém eficientes, que poderão te alertar de possíveis ameaças em toda a internet. 

Hot storages pouco protegidos

Armazenar seus Satoshis em uma carteira virtual (também chamada de hot storage) tem seus riscos, especialmente se a plataforma não tiver uma boa equipe de segurança da informação focada em proteger as posses dos usuários diariamente. 

Quando estamos falando de criptomoedas em geral, é válido fazer um paralelo com o dinheiro físico. Você não deixaria a sua carteira com dinheiro em qualquer lugar, certo? Armazenar os seus Satoshis em qualquer carteira de criptomoedas sem fazer pesquisas preliminares seria como fazer isso. Portanto, novamente, pesquisas são um passo fundamental para garantir uma boa experiência. 

Transações com Satoshis não podem ser canceladas 

Assim como acontece com unidades completas de Bitcoin, transações com Satoshi não podem ser revertidas. Isso porque no sistema de blockchain todas as operações, sem exceção, são registradas em blocos interligados de informação e permitir a alteração desses blocos tornaria esse sistema vulnerável.

Por isso, pensando em proteger essa criptomoeda de fraudes, os desenvolvedores do blockchain determinaram que é impossível alterar uma única operação. Apesar de parecer um pouco drástico à primeira vista, essa característica vem se provando bem eficiente e, até o momento, não há histórico de fraudes envolvendo Bitcoins ou Satoshis diretamente no blockchain. 

Barreiras para os Satoshis 

Existem algumas limitações que devem ser avaliadas antes de trabalhar com essa fração de moeda. A primeira delas está relacionada com o controle. Se um usuário tiver uma grande parcela de gestão da mineração da moeda, ele pode se tornar monopolizador, situação que não é aceita nos blocos.

O segundo aspecto está relacionado com a liberdade da moeda. Em alguns países, a criptomoeda não pode exercer sua capacidade com liberdade. Isso acontece principalmente em razão da tentativa de controle estatal sobre a aceitação das criptomoedas. Essa situação, além de prejudicar o nível de interesse dos usuários, também impacta a desvalorização do Bitcoin, uma vez que o seu preço é definido pela lei da oferta e demanda.

É recomendado ter uma carteira diversificada

Como em qualquer tipo de investimento, é recomendado não deixar todos os seus recursos financeiros disponíveis investidos em apenas em Satoshis. Investir em outras criptomoedas ou frações delas te permitirá explorar outras oportunidades e se proteger de perdas extensivas caso eventualmente o Bitcoin venha a perder boa parte do seu valor de mercado. Afinal, apesar disso ser improvável, não é impossível. 

Investimento em Bitcoins: comece pelos Satoshis

Como você pôde ver, o Satoshi envolve conceitos importantes que devem ser conhecidos pelos usuários e investidores em Bitcoin e altcoins. Estar atento ao mercado e buscar informações relevantes sobre moedas virtuais é outro requisito essencial para se manter atualizado a respeito do investimento.

No entanto, com todos esses cuidados tomados, os Satoshis são uma perfeita forma de ingressar no mercado dos Bitcoins e se habituar com a natureza das criptomoedas sem que seja necessário investir milhares de reais em uma unidade completa. Aqui na BitcoinTrade, por exemplo, você consegue comprar suas primeiras frações dessa criptomoeda com apenas R$ 20,00 e dar os seus primeiros passos nesse tipo de investimento. 

Gostou deste artigo sobre Satoshi? Aproveite para checar nossas demais publicações. Confira nosso post explicando como comprar Bitcoin para saber tudo o que precisa para começar no mercado das criptomoedas.

Redator | BitcoinTrade

Breno tem mais de 12 anos de experiência com Marketing Digital. Já passou por grandes varejistas tradicionais e em 2017 se apaixonou pelas criptomoedas. Hoje é responsável pelas estratégias de comunicação e aquisição de novos clientes na BitcoinTrade.