saiba por que voce deve investir em uma corretora de investimentos

Saiba por que você deve investir em uma corretora de investimentos

Boa parte das pessoas investe dinheiro em alguma aplicação e outra parte pensa em investir, mas ainda não começou por falta de coragem ou falta de conhecimento. Quando se fala em investimentos, pensa-se logo em bancos como as instituições adequadas para isso.

Mas não são apenas os bancos que oferecem possibilidades de investimentos. Fique por dentro de alguns importantes motivos para investir tendo a ajuda de uma corretora de investimentos. Vamos lá!

Aproveite a rentabilidade oferecida

As corretoras costumam trabalhar com diferentes instituições, o que permite ao investidor encontrar aplicações com melhores rendimentos, incluindo Certificados de Depósito Bancário (CDBs) que pagam valores acima de 120% do Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que é um indexador muito famoso no mundo dos investimentos, e Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) que pagam valores acima de 92% do CDI.

Outros indexadores são a taxa Selic, taxa básica de juros e o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que acompanha a inflação.

Com os fundos de investimento, a corretora escolhe os melhores ativos, aqueles que desenvolvem um bom desempenho com taxas de administração mais competitivas.

Bancos pequenos e médios, por apresentarem menor quantidade de agências, procuram compensar o investidor com rentabilidades mais atrativas, de modo a incentivarem a captação de recursos.

Depare-se com uma boa variedade de investimentos

Uma corretora de investimentos oferece ativos de diversas instituições, como bancos de pequeno e médio porte. Entre os investimentos estão os já citados — CDBs, LCIs e também as Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) e as Letras de Câmbio (LCs). Os fundos de investimentos são outra modalidade de investimento oferecida pelas corretoras de valores.

Por serem autônomas, as corretoras de investimentos não têm vínculo com nenhuma outra instituição financeira, tendo liberdade para procurar melhores oportunidades com fornecedores diferentes, assegurando, assim, uma diversificação mais ampla de produtos financeiros. O investidor poderá, então, achar em um único local muitos investimentos com prazos, taxas e instituições emissoras variadas.

A corretora de investimentos também faz negociação direta com títulos públicos do governo federal e ações na bolsa de valores do Brasil (B3). Ou seja, há uma gama de aplicações que o investidor pode fazer, superior à quantidade que seria encontrada em um banco.

Receba um atendimento melhor

De modo geral, os grandes investidores — aqueles que possuem maior quantidade de recursos financeiros —, dispõem de maiores oportunidades tanto em bancos quanto em corretoras de investimentos.

Porém, as corretoras oferecem um atendimento diferenciado até para os pequenos investidores que tenham potencial de investimento mais limitado. E isso geralmente não acontece em grandes bancos, que preferem os investidores com mais dinheiro.

O assessor de investimentos é um profissional especializado que atua nas corretoras, oferecendo comunicação bastante acessível por meio de telefone, e-mail ou reuniões marcadas. Sua função é atender de forma precisa os objetivos do investidor. Esse assessor possui certificações que atestam sua capacidade, como CPA-10 e CPA-20 da  Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais (ANBIMA), a principal certificadora dos profissionais do mercado financeiro do Brasil.

Tenha mais segurança

A corretora de investimentos é registrada e autorizada para realizar operações pelos órgãos competentes, como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e o Banco Central (Bacen ou BC).

Todos os investimentos tem proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), uma instituição privada que ajuda à formação de um fundo de reserva comum. O FGC garante, ainda, o dinheiro do investidor até o total de R$ 250 mil por CPF e por instituição devedora. Isso significa que até esse valor, o investidor não perde seu dinheiro se a instituição em que ele está aplicado vir a falir ou ficar inadimplente.

A corretora registra as aplicações de todos os investidores junto aos órgãos responsáveis, como B3 e o Tesouro Nacional.

No caso da bolsa de valores, ocorre uma quantidade elevada de transações diárias e é necessário contar com uma boa infraestrutura para atender a demanda. Falhas ao enviar uma boleta (ordem de venda ou de compra) podem significar prejuízos para o investidor.  Para satisfazer as demandas constantes da bolsa, as corretoras costumam realizar testes frequentes de “estresse” para medir sua própria capacidade de atendimento, assegurando, assim, o funcionamento correto das operações diárias.

A B3 dispõe do Programa de Qualificação Operacional (PQO), que oferece selos para comprovar a capacidade de uma corretora de investimentos que atua com eficiência no mercado de ações. Um desses selos é o Execution Broker, que apresenta o maior nível de exigências entre todos os selos disponíveis na bolsa de valores.

Saiba que a corretora de investimentos é uma plataforma acessível

Outro motivo para o investidor aderir a uma corretora de investimentos é que ela é uma plataforma acessível e oferece uma didática de fácil compreensão para os investidores. Essa plataforma equivale ao site onde se encontram todas as informações sobre os investimentos.

Como possui essa ferramenta exclusiva, direcionada apenas para os investimentos, a corretora permite uma qualidade melhor de entendimento ao investidor. É possível consultar o saldo, o histórico, o extrato e os investimentos, além de efetuar uma aplicação por conta própria, entre outras possibilidades.

É possível acessar as informações por meio da internet, do telefone fixo ou mesmo de aplicativos no celular.

Entenda as principais diferenças entre uma corretora de investimentos e um banco

A diferença mais relevante entre as corretoras de valores e os bancos é que as primeiras costumam oferecer ofertas mais abrangentes, já que existem aplicações financeiras de diferentes instituições, principalmente de bancos menores. Os bancos, por sua vez, pelo fato de terem um volume mais elevado de clientes, limitam-se a uma quantidade menor de investimentos. Bancos não precisam realizar esforços maiores para captar mais investidores, considerando que já possuem um número satisfatório de clientes.

Dessa forma, na medida em que as corretoras procuram atrair mais investidores por meio de investimentos com melhores rentabilidades, os bancos não se preocupam tanto em oferecer investimentos mais vantajosos, pois têm milhões de correntistas e usuários de conta-poupança. Clientes com poucos recursos podem investir por meio de grandes bancos, adquirindo ativos financeiros cujo retorno é inferior à média oferecida no mercado.

Outro ponto que pode ser considerado é a acessibilidade no atendimento. Em um banco, o investidor talvez tenha que ficar esperando em grandes filas para falar com o gerente. Nas corretoras, o atendimento é muito mais rápido e totalmente personalizado, muitas vezes o atendimento é completamente online.

Está pensando em fazer aplicações por meio de uma corretora de investimentos? Aproveite para entrar em contato com a Bitcoin Trade e conhecer seus produtos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.