Saiba mais sobre o Satoshi e sua relação com os Bitcoins

Nos últimos anos, os Bitcoins têm ganhado espaço no mercado financeiro mundial, principalmente em razão da sua alta valorização e do aumento significativo de adeptos da moeda. Se você é investidor ou se interessa por criptomoedas, deve aprofundar o seu conhecimento sobre Bitcoins e descobrir também o que é o Satoshi e como ele funciona.

O Satoshi faz parte do Bitcoin, porém muitas pessoas que usam Bitcoins desconhecem esse fracionamento e as suas implicações na rotina de um investidor. Pensando nisso, desenvolvemos este artigo trazendo os principais conceitos, dicas de conversão e informações relevantes sobre o tema.

Ficou curioso? Então, continue a leitura e aprenda!

O que é Satoshi

O Satoshi representa a menor parte de um Bitcoin, ou seja, ele nada mais é do que um meio de fracionamento da criptomoeda. Para entender melhor o conceito, é possível fazer uma analogia com a nossa moeda. 100 centavos representam 1 real. Assim, um centavo é a menor fração da moeda real.

Nesse exemplo, o Satoshi é o centavo e o Bitcoin é o real. Todavia, a grande diferença entre elas é que a criptomoeda pode ser fracionada mais vezes do que as moedas tradicionais.

Nesse sentido, a correspondência entre Satoshis e Bitcoins é a seguinte:

  • 1 Bitcoin corresponde a 100 milhões de Satoshis;
  • 0,5 Bitcoin corresponde a 50 milhões de Satoshis;
  • 0,25 Bitcoin corresponde a 25 milhões de Satoshis — e assim sucessivamente.

Dessa forma, os Satoshis permitem que os investidores não precisem de fato ter um Bitcoin inteiro para fazer uso da moeda digital. É possível ter frações da moeda e mesmo assim fazer transações e pagar por serviços como qualquer usuário da criptomoeda.

Isso traz mais usabilidade para a moeda, uma vez que a cotação de um Bitcoin é elevada, o que significa que nem todas as pessoas têm disponibilidade financeira para comprar um Bitcoin.

Quem é Satoshi Nakamoto

Os Satoshis foram assim denominados em homenagem a um programador anônimo chamado Satoshi Nakamoto (pseudônimo), que foi o idealizador do Bitcoin. O mercado especula que se o idealizador dos Bitcoins é mesmo uma pessoa física ou uma empresa, pouco se pode afirmar a respeito.

A figura de Nakamoto foi a responsável pela apresentação do conceito de criptomoedas em um grupo de discussões online. Depois de algum tempo, em 2009, foi criada a rede Bitcoin, que hoje é conhecida mundialmente.

Foi só após a popularização da moeda que se iniciou uma verdadeira busca pela figura de Satoshi. No entanto, até hoje nenhuma especulação se confirmou e a identidade dele continua desconhecida.

Uma curiosidade interessante sobre o assunto é que a palavra “Satoshi” significa “pensamento claro, inteligência rápida”. “Naka” significa “interior” e “Moto” significa “base, origem”. Curioso, não é mesmo?

Qual a relação entre Satoshis e Bitcoins

Uma das grandes qualidades das criptomoedas é a capacidade de divisão ilimitada. O Satoshi é uma representação clara dessa qualidade. No caso do Bitcoin, o fracionamento pode ocorrer de uma maneira bem pequena — o chamado Satoshi. Na prática, um Satoshi equivale a 0,00000001 BTC (Bitcoin). Como essa divisão pode ser comercializada, ela é muito interessante para os investidores.

Vale destacar que o Satoshi não é a única divisão da criptomoeda. Existe também a Milibitcoin, que vale 0,001BTC, e o Microbitcoin, que vale 0,000001BTC. Entretanto, o Satoshi tem maior representatividade em razão de ser o menor fracionamento existente.

Como fazer a conversão

Antes de aprender a fazer a conversão, é importante ter em mente que o valor do Bitcoin está vinculado à oferta e à demanda. Assim, a sua cotação varia diariamente. Também é importante destacar que a moeda virtual tem fabricação limitada. Dessa forma, só poderão existir no mercado 21 milhões de criptomoedas.

Como não existe nenhuma obrigação de utilizar Bitcoins em pagamentos, a moeda acaba tendo uma característica de inconstância, sendo que o seu valor varia de acordo com a especulação dos usuários. Isso explica o motivo de ocorrem variações tão altas de valorização e desvalorização em prazos curtos de tempo, inclusive de um dia para o outro.

Como já mencionamos anteriormente, o investidor não precisa ter um Bitcoin inteiro para transacionar a moeda. Já é possível fazer transações com uma pequena fração (Satoshi). 

A cotação do Bitcoin atual é de R$ 16.517,80. Para fazer a conversão, é preciso ter em mente que 1 BTC equivale a 100 milhões de Satoshis. Desse modo, para saber quanto vale 1 Satoshi em real, é preciso dividir o valor em reais do Bitcoin pelo valor da fração.

A fórmula é a seguinte:

COTAÇÃO DO BITCOIN / 1 SATOSHI = VALOR DO SATOSHI EM REAL

Aplicada a cotação atual, o cálculo a ser feito é seguinte:

R$ 16.517,80 / 100.000.000 = R$ 0,000165178

Dessa maneira, atualmente, 1 Satoshi equivale a R$ 0,000165178.

Utilizando essa fórmula ou a regra de três, é possível fazer várias estimativas e conversões de valores. Basta ter em mãos informações sobre a cotação do Bitcoin no momento do cálculo.

Riscos do investimento em Satoshis

Como os Satoshis nada mais são do que partes de Bitcoin, eles apresentam os mesmos riscos que a moeda virtual.

Assim, existem alguns aspectos que devem ser avaliados antes de trabalhar com segurança com essa fração de moeda. O primeiro deles está relacionado com o controle. Se um usuário tiver uma grande parcela de gestão da mineração da moeda, ele pode se tornar monopolizador, situação que não é aceita nos blocos.

O segundo aspecto está relacionado com a liberdade da moeda. Em alguns países, a criptomoeda não pode exercer sua capacidade com liberdade. Isso acontece principalmente em razão da tentativa de controle estatal.

Essa situação, além de prejudicar o nível de interesse dos usuários, também impacta a desvalorização do Bitcoin, uma vez que o seu preço é definido pela lei da oferta e demanda.

Como você pôde ver, o Satoshi envolve conceitos importantes que devem ser conhecidos pelos usuários e investidores em Bitcoin. Estar atento ao mercado e buscar informações relevantes sobre moedas virtuais é outro requisito essencial para se manter atualizado a respeito do investimento.

Gostou deste artigo sobre Satoshi? Então, aprofunde o seu conhecimento. Confira nosso post explicando como funciona a cotação do Bitcoin!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.