Conhecer quais são os tipos e como investir em moeda virtual existentes no mercado de investimentos é algo essencial para quem quer fazer parte desse universo. Afinal não é somente de Bitcoins que o mercado de criptomoedas vive, há muito mais opções.

Portanto, se você está pensando em investir o seu dinheiro em moedas virtuais, é preciso entender muito bem sobre como funciona a dinâmica do seu mercado. É essencial ainda conhecer as opções que terá em mãos para poder tomar as melhores decisões de investimento possíveis.

Sem dúvida alguma, isso trará uma melhor base para realizar de fato esse investimento bitcoin, bem como saber escolher como montar a sua carteira de moedas virtuais e diversificá-la da maneira correta.

Preparamos, então, este conteúdo para que você possa aprofundar um pouco mais nesse assunto. Continue acompanhando a leitura conosco!

O que são as moedas virtuais?

Antes de mais nada, destacamos que as moedas virtuais surgiram, pois vivemos em tempos em que a tecnologia avançou de forma acelerada, o que possibilitou a criação desse tipo de recurso. Nota-se também cada vez mais uma inquietação do setor econômico com o sistema monetário tradicional, bem como as suas regras de câmbio.

As moedas virtuais também possuem um valor monetário, assim como uma moeda tradicional, porém elas existem apenas no formato eletrônico, ou seja, ela não existem fisicamente. No entanto, o mais importante é a sua característica de que não possui nenhum órgão centralizador controlando-as, tal como o governo ou o Banco Central.

Por esse motivo, elas são consideradas moedas descentralizadas, sendo que o seu valor é definido por regras de criptografia totalmente regidas por essa característica.

Atualmente, ainda há muita resistência para que governos e órgãos tradicionais aceitem-as como unidades de valor. Apesar disso elas continuam crescendo muito e já são aceitas como pagamento em muitos lugares pelo mundo.

A mais conhecida delas é o Bitcoin, que foi uma das pioneiras nesse mercado. Sem dúvida alguma, é a moeda virtual mais visada pela mídia.

Quais os tipos de moeda virtual existentes?

Assim como falamos na introdução, não só de Bitcoin vive o mercado de moedas virtuais. Para que você possa entender um pouco das opções que ele oferece, preparamos aqui uma descrição rápida de 5 moedas criptografadas para você conhecer:

1. Ethereum

O Ethereum é uma das mais lembradas no mundo de investir moeda virtual, principalmente para quem trabalha com o seu processo de mineração, pois tem o melhor custo benefício nessa atividade.

Além disso, ela possui uma plataforma de código aberto para realizar as suas transações e a utilização da sua tecnologia tem um grande potencial para ser aproveitado por outros setores, um deles é o mercado de contratos inteligentes.

2. Litecoin

Principalmente no ano passado, o Litecoin demonstrou ser uma das moedas virtuais mais estáveis, sendo considerada uma das principais alternativas ao Bitcoin. Isso se deve também pelas suas taxas que são mais baixas quando se compara as duas moedas.

Outro diferencial do Litecoin é a sua rapidez ao realizar as transações, muito pelo fato de que ela possibilita realizar a sua mineração com hardwares mais modestos, o que diz sobre a sua leveza nesse processo.

3. Bitcoin

Claro que a moeda virtual mais famosa não poderia ficar de fora dessa lista também. O Bitcoin foi uma das pioneiras nesse mercado. Surgiu em 2008, foi apresentado por um programador que leva o pseudônimo de Satoshi Nakamoto.

Desde o seu surgimento a moeda virtual só cresce, mesmo tendo períodos relevantes de alta volatilidade. No geral, a cada ano que passa ela se fortalece e valoriza ainda mais. Por ser a moeda virtual que mais aparece na mídia, é normal que possua uma visibilidade maior do que as outras.

Quer queira ou quer não, isso também ajuda a fornecer um pouco mais de segurança para os investidores que querem entrar nesse mercado.

4. Ripple

Uma das moedas digitais que atualmente possui um grande volume de transações é a Ripple. Essa moeda foi desenvolvida por uma organização chamada OpenCoin, que idealizou um sistema de pagamentos em código aberto.

Esse sistema tem como objetivo sanar as barreiras que as taxas colocadas pelas instituições financeiras representam. A sua ideia é trabalhar para que o dinheiro possa circular livremente. O Ripple também é conhecido como XRP.

5. Zcash

Uma das moedas digitais mais interessantes é a Zcash. Ela foi criada recentemente, em 2016. A motivação da sua criação foi o fato de que o Bitcoin demonstrou ser uma moeda nem tão anônima quanto parece.

Por isso, a sua ideia está baseada em um pilar: privacidade. Em cada transação, o Zcash oculta automaticamente informações de quem realizou e de quem recebeu a quantia. Isso fez com que ela seja a queridinha para quem pretende fazer transações mais particulares.

Esse é um dos grandes motivos de a moeda ter se popularizado rapidamente.

Por que o Bitcoin ganhou destaque no mercado?

Para finalizar, vamos mostrar aqui alguns dos motivos que fizeram o Bitcoin se destacar no mercado:

Pioneirismo em relação ao Blockchain

Uma das tecnologias que mais estão em alta no mundo é a tecnologia blockchain. É ela que fornece toda a base para que as transações sejam realizadas com transparência e segurança na maioria das moedas virtuais.

O Bitcoin foi pioneiro em relação a esse avanço, inclusive, muitos consideram que a tecnologia blockchain foi descoberta somente graças ao Bitcoin. Isso acaba gerando uma certa credibilidade e ajuda a moeda a ganhar destaque.

Maior aceitação de outros mercados

Outro fato relevante é que o Bitcoin já ganhou a adesão de outros mercados já faz um tempo. Estamos falando de empresas e até governos que começaram a aceitar a moeda como forma de pagamento.

Podemos citar como exemplos a Amazon e o governo japonês que, inclusive, permite realizar transações convertendo Bitcoins em Ienes, a sua moeda local.

Sobrevivência a períodos de baixa

O Bitcoin também é considerado uma moeda virtual muito resistente. Afinal, desde 2013 já resistiu a mais de cinco períodos de quedas. Essas foram épocas em que ela se desvalorizou consideravelmente e muitos cogitaram o seu fim.

Porém, as desvalorizações foram superadas e sua presença é cada vez mais constante no mercado desse tipo de moeda.

Agora que você conhece alguns tipos de dinheiro virtual, assine a nossa newsletter para receber nossas novidades em primeira mão!