Se você busca uma resposta simples, aqui vai: depende.

Se está disposto a entender as diferentes estratégias, objetivos e prazos, esse post pode te ajudar. Não espere terminar a leitura um “expert” em trades, pois como qualquer atividade no mundo, operar ativos voláteis como o Bitcoin exige estudo e muita prática. Minha ideia com o post é mostrar algumas possibilidades. Vamos lá?

Pra começar, defina seu prazo “alvo”. Uma pessoa interessada em fazer Day Trade vai olhar os indicadores de uma forma. Alguém querendo uma valorização mensal vai olhar de outra maneira. E alguém que esteja “holdando” pra um futuro de longo prazo (2, 3, 5 anos), também terá visões diferentes. Eu diria que a primeira pergunta importante que você tem que se fazer é essa: Quando quero realizar meu lucro no Bitcoin?

Para quem responder: HOJE

Se a resposta for “hoje”, você obrigatoriamente terá que ficar muito ligado em todas as variações de preço das grandes corretoras internacionais, e setar seus tempos gráficos para períodos curtíssimos, como 15 minutos, no MÁXIMO. Isso quer dizer que cada barra no seu gráfico representará um período de no máximo 15 minutos. Uma boa estratégia é observar a movimentação nas corretoras internacionais e usar essa informação como sinal pra indicar o caminho no mercado nacional e na BitcoinTrade. Em geral, o mercado do Brasil “segue”as tendências de fora.

Para quem responder: ESSE MÊS

Se a sua resposta for “Esse mês”, você terá que ficar atento ao volume negociado e às tendências em um espaço de tempo maior. Gráficos de 4 horas ou até diários funcionam muito bem para esse caso. Outra boa estratégia é aguardar grandes movimentos (positivos ou negativos) para se posicionar – à favor ou contra – e evitar o famoso erro de Comprar na Alta/Vender na Baixa. Esse é um erro muito comum, repetido por muitos iniciantes no mercado, pois são levados pela emoção na hora de fazer seus trades. Imagine um cenário onde o Bitcoin está “parado” por volta de 10 mil dólares há uma semana. Em 30 minutos, ele dispara e chega aos 11 mil dólares. Nesse momento, a não ser que exista algum elemento gráfico anterior comprovando a teoria, não há nenhuma garantia de que essa subida vai continuar.

É nessa hora que muitas pessoas compram o Bitcoin, portanto pagando mais caro do que o preço médio da última semana. O mesmo ocorre ao contrário: após um período de marasmo, o Bitcoin cai 10% em 1 hora e o que as pessoas fazem? Vendem ele mais barato do que deveriam. Teoricamente, o correto seria fazer exatamente o contrário. Na hora em que o Bitcoin dispara para cima, você vende, para garantir aquele valor elevado. E na hora que ele dispara para baixo, você compra, assumindo que está comprando “com desconto”.

Para quem responder: “HODL” FOREVER

Caso o seu objetivo seja de longo prazo (2, 3 ou até 5 anos), a melhor estratégia é fazer compras constantes, em períodos fixos. O mais comum é todo mês, mas você pode fazer de 2 em 2 meses, ou duas vezes por mês, por exemplo. Essa estratégia funciona muito bem pois você garante sempre um preço médio interessante. Dessa forma, você eventualmente ganha “menos” caso ele dispare para cima, mas também perde menos em uma correção negativa. Pense que o importante aqui é acumular Bitcoins, e o valor de “face” no momento da compra importa menos. Isso vale para quem acredita (como nós), que o Bitcoin ainda tem um longo caminho de consolidação e valorização pela frente. Em um cenário onde muitos acreditam que o Bitcoin pode valer 100 mil dólares, por exemplo, dentro dos próximos 5 anos, pouco importa se você comprar a 10.500 ou 11.200, concorda? O importante é acumular o máximo possível para garantir um retorno de longo prazo.


E aí? Será que ajudei um pouco? Seja qual for o seu objetivo, o mais importante é entender o mercado. Leia, estude, treine. Aprenda a identificar os movimentos, as tendências e os indicadores. Uma excelente forma de praticar é fazer um depósito pequeno (aceitamos depósitos a partir de 50 reais) e “brincar” com esse dinheiro. Compre. Venda. Observe as mudanças no preço, veja qual foi a evolução do seu saldo no período de 1 mês. Com o tempo, vá aumentando aos poucos a sua posição até se sentir confortável. E lembre-se de nunca investir mais do que você pode. Apesar de parecer uma afirmação óbvia, é sempre bom lembrar que todo o potencial de lucro é proporcional ao risco de perda, e um bom gerenciamento financeiro te ajuda a ficar mais seguro. No mais, bons trades e boa sorte! To the moon!