Quando começamos a investir em criptomoedas e outros ativos são vários os termos com que nos deparamos e que podem nos confundir. Alguns deles são position trade, swing trade e day trade, por exemplo. Mas calma, a gente vai te explicar o que essas palavras significam e como elas são aplicadas no mundo dos Bitcoins!

Para fazer com que seus ativos tenham o rendimento esperado é muito importante entender bem esses termos – e também compreender qual tipo de estratégia é mais indicada considerando o seu perfil de investidor e o capital disponível.

Se você não sabe o que é position trade e nem se essa é a melhor alternativa para o seu caso, continue lendo este artigo e entenda tudo sobre o tema!

O que é position trade?

Position trade é um termo usado no mundo das ações e que foi adotado como estratégia de investimento em criptomoedas também. A palavra “position” é usada justamente porque o trader (investidor) se mantém na mesma posição por muito tempo – em torno de meses ou anos.

Ou seja, a estratégia de position trade se baseia em um investidor que segue uma tendência mais longa em um determinado ativo e ficar posicionado por uma quantidade de tempo maior. 

Podemos entender o position trade como um tipo de investimento em longo prazo, com o investidor formulando suas estratégias de compra e venda por meio de análises técnicas e fundamentalistas, compreendendo melhor o contexto econômico e projetando as melhores oportunidades e preço de entrada na operação.

O position trade é uma espécie de “buy and hold”, ou seja, o investidor compra uma quantidade de criptomoedas, analisa uma série de gráficos e contextos do mercado, estipula um valor que seja adequado para seus rendimentos e aguarda até que esse momento chegue, para então comercializar seus ativos.

Esse tipo de operação é mais indicada para quem deseja ter tranquilidade, uma vez que ele dispensa as análises diárias e constantes necessárias em outros tipos de modalidade de trade – sendo ideal também para quem não dispõe de muito tempo para analisar seus investimentos.

Contudo, é preciso ter o perfil certo para atuar no position trade, ou seja, ser alguém extremamente paciente, com objetivos de longo prazo, que não se preocupa com a volatilidade em períodos mais curtos, e, principalmente, que entende muito bem do mercado de Bitcoin e o acompanha a bastante tempo.

Qual a diferença entre position trade, swing trade e day trade?

Como dissemos, além do position trade, existem outras modalidades de investimento que são o swing trade e o day trade. Escolher de qual forma investir e atuar dependerá de uma série de itens, inclusive da sua personalidade e dos seus objetivos com o investimento.

Vamos ver em detalhes cada um deles:

Swing Trade

O que diferencia as técnicas, basicamente, é o tempo de duração médio das operações. No Swing Trade, a duração é de alguns dias ou algumas semanas – assim, para o investidor, o mais importante é o movimento de curta duração do mercado e, por isso, ele realiza várias operações no mesmo ativo no decorrer de uma movimentação mais longa.

Assim, podemos entender que o swing trade funciona como um “meio termo” entre o position trade (mais longo) e o day trade (mais curto). Isso oferece ao trader um dinamismo maior de operações, mas não necessita de um monitoramento tão intenso como no day trade.

Outra vantagem é que, como as operações têm uma duração mais curta, o trader poderá entrar e sair delas com mais facilidade, o que torna a estratégia interessante para quem está em busca de liquidez.

Para atuar no swing trade, o investidor precisa realizar boas análises técnicas, formulando adequadamente as estratégias de compra e venda de Bitcoins, e também, claro, estudar muito bem o mercado, sempre considerando a movimentação de preços passados e outros fatores que possam interferir no sistema de preços.

A principal ideia do swing trade é ganhar dinheiro com as movimentações de curto prazo no mercado. Por isso, é necessário um monitoramento muito maior do que no position trade.

Day Trade

A principal diferença entre o position trade e as outras formas é o tempo gasto em cada transação.

Por fim, nós temos o day trade que, como o próprio nome indica, realiza as movimentações no mesmo dia. Em um só dia, esse trader pode fazer até 7 movimentações, por exemplo, sempre observando os gráficos.

É possível, com essa técnica, ter resultados diferentes da tendência do ativo em que se está investindo.

Considere uma possível queda do Bitcoin, com gráficos apontando para a baixa de preço. É possível que, dentro do dia em que a criptomoeda está em queda, existam pequenas oscilações que aumentem o preço da moeda, mas que não interferem muito na tendência do ativo. Por atuar com o day trade, o investidor consegue aproveitar essas pequenas oscilações para ganhar dinheiro.

São muitas as análises que devem ser feitas por quem deseja atuar como day trader, como:

Esse tipo de modalidade exige um perfil extremamente dinâmico e que tenha muito tempo e conhecimento para acompanhar de perto as movimentações do mercado.

Scalping Trade

Position trade, swing trade e day trade são os métodos mais usuais empregados, porém não são os únicos. Outra possibilidade é o scalping trade, uma modalidade que requer muita concentração, estudo e precisão em cada ordem de compra e venda.

No scalping trade, o trader realiza a mesma operação o dia todo, aproveitando as oscilações constantes de preços e, de pouquinho em pouquinho, é possível conseguir excelente lucratividade.

Mas, bastam 3 análises incorretas, por exemplo, para que a falha acabe com todos os lucros atingidos, por isso é indispensável muita precisão, inclusive utilizando ferramentas e serviços automatizados.

Ainda que muitas pessoas acreditem que essa é a técnica que mais traz dinheiro no investimento em Bitcoins, isso não é verdade – o que acontece é que existem muitas negociações nessa modalidade, porém com ganhos infinitamente menores do que no position trade, por exemplo. Contudo, uma falha no scalping trade tende a ser menor (em termos de prejuízos) do que no day trade.

Para ganhar dinheiro com o scalping, é preciso colocar uma meta diária de lucros e parar após atingi-la, evitando movimentos errados que possam derrubar todos os ganhos conseguidos.

E, claro, é indispensável ter muito conhecimento de mercado e tempo disponível, já que será preciso acompanhar o tempo todo em que estiver operando as movimentações, ainda mais do que no day trade.

Qual a melhor opção em termos de investimento em Bitcoin e outras criptomoedas?

Não existe uma forma de investir melhor do que a outra, tudo depende do seu estilo e do tempo disponível para analisar o mercado.

Agora que você já entendeu a diferença entre position trade, swing trade, day trade e scalping trade, talvez já tenha notado que não existe uma alternativa que seja mais ou menos interessante para todos os investidores, não é mesmo?

Afinal, é preciso considerar muito bem o seu perfil, metas de ganhos com as criptomoedas e conhecimento de mercado, além, é claro, do tempo disponível para se dedicar a essas operações.

Além dessas informações que trouxemos, também é importante que você avalie muito bem os diferentes níveis de risco e custos de cada tipo de operação, entendendo qual melhor se adapta à sua realidade.

No position trade, como é uma aplicação de longo prazo e com poucas operações, você terá um gasto menor com as taxas das exchanges, porém é preciso conhecer muito bem o mercado para garantir que os ganhos serão compensatórios, considerando que o Bitcoin e outras criptomoedas contam com oscilações bem grandes de valor.

No swing trade, por outro lado, existem mais chances de aproveitar essas oscilações, contudo, você fará mais movimentações e, com isso, terá de gastar mais com taxas e outras cobranças referentes às exchanges, assim como no day trade e no scalping trade, em que os valores podem ser ainda maiores – sendo sempre necessário conferir se eles são viáveis.

O risco envolvido também é completamente diferente. No swing trade, por exemplo, o operador atua com uma volatilidade maior no curto prazo, enquanto no position trade há mais chances de realizar estudos sobre estratégias de investimento já implementadas.

Além de tudo isso, não se esqueça de avaliar o tempo que você tem disponível. Não adianta querer atuar no day trade ou no scalping se você não terá condições de acompanhar de perto as movimentações do mercado. Insistir nessas modalidades sem ter tempo hábil para acompanhar os investimentos poderá fazer você perder dinheiro.

Quem possui menos tempo disponível, preferencialmente, deverá atuar no swing trade ou position trade, já que o prazo das operações é maior. No position trade, por exemplo, você empregará apenas algumas horas por semana para acompanhar a operação, no swing trade as análises devem ser diárias e no day trade e scalping, devem acontecer constantemente durante o dia.

E, por último, considere o seu perfil de investidor. Se você é mais conservador, o position trade pode ser mais interessante, já quem é um pouco menos paciente, pode investir no swing trade – e para os que são extremamente arrojados, o day trade e o scalping são as melhores opções.

Assim, é preciso também avaliar os seus objetivos com o investimento em Bitcoin. Se a ideia é levantar um lucro rápido, as operações de curto prazo são mais interessantes. Já se o tempo não é um problema e esse investimento poderá “aguardar” um período mais longo, o position trade faz mais sentido.

De qualquer forma é fundamental entender muito bem sobre o mercado das criptomoedas, estar por dentro de todas as situações econômicas que possam alterar o preço do Bitcoin e ter disciplina para montar e seguir a sua estratégia, respeitando os limites de prejuízo e os alvos de lucro.

Conclusão

Escolha seu modo de investir considerando também quais são seus objetivos com esse investimento: você prefere um retorno mais rápido e menor, ou um que demore mais mas te dê um retorno maior?

Depois de ler este conteúdo, já deu para notar que existem muitos modelos operacionais para investir em Bitcoins e outras criptomoedas, não é mesmo?

Definir qual estratégia usar dependerá do seu perfil de investidor, dos objetivos financeiros com o investimento, da disponibilidade de tempo e do conhecimento do mercado.

O position trade é uma alternativa interessante para quem tem um perfil mais conservador ou tranquilo, está mirando em ganhos no longo prazo e, claro, conhece muito bem o mercado das criptomoedas. Independentemente da modalidade adotada é sempre importante agir com cautela e estudar o mercado antes de qualquer movimentação.

Gostou de saber mais sobre position trade? Confira nosso blog e inscreva-se na nossa newsletter para receber os nossos conteúdos em primeira mão! 

Conheça a BitcoinTrade