Plataforma de Bitcoin: saiba o que é e como escolher a melhor

A utilização de moedas digitais tornou-se algo muito comum nos dias de hoje. A prática está a cada dia mais popular e já pode ser considerada uma das opções mais lembradas por quem quer investir bem seu dinheiro.

Por esse motivo, a busca por uma plataforma de Bitcoin para auxiliar na compra e venda desse ativo está crescendo. Saiba que tal recurso é de grande valia, pois estamos falando de um tipo de investimento relativamente novo, que desperta muitas dúvidas sobre sua operação.

Portanto, é preciso contar com facilidades para poder operar nesse mercado com segurança e eficiência. E isso é algo que as plataformas podem oferecer.

Está interessado no assunto? Então, continue acompanhando este post para entender melhor como funciona uma plataforma de Bitcoin, bem como receber dicas para investir bem o seu dinheiro nessa criptomoeda!

O que é uma plataforma de Bitcoin?

Também chamada de Exchange de Bitcoin, a plataforma de Bitcoin nada mais é do que um recurso tecnológico que possibilita a compra e a venda dessa criptomoeda. Ou seja: ela tem uma interface que faz a intermediação das transações entre todos que querem comprar e vender Bitcoins.

Podemos dizer, inclusive, que por trás disso há um objetivo simples e caro: garantir que seu processo de negociação transcorra com o máximo de segurança e transparência possível.

Pode até parecer bobagem, mas isso ajuda a garantir que tanto o comprador quanto o vendedor saiam satisfeitos após a negociação, sem a ocorrência de nenhum dano a qualquer uma das partes.

Como uma plataforma de Bitcoin funciona na prática?

Na prática, podemos dizer que uma plataforma de Bitcoin funciona de forma similar a uma casa de câmbio. Ela serve como um centro para a compra ou venda de Bitcoins e oferece o serviço de orientação e direcionamento para os interessados nessas transações.

Mas já saiba, de antemão, que não serão tais plataformas que estipularão o preço de compra e venda do Bitcoin. Seu trabalho é apenas facilitar o encontro entre quem está interessado em vender e aquele que pretende comprar.

Entrando um pouco mais nos detalhes desse processo, por meio da plataforma, a pessoa que está vendendo define um valor de oferta por seus Bitcoins, ao passo que quem tem interesse em comprar registra o quanto está disposto a pagar.

Sendo assim, quando esses valores de compra e venda se encaixam, a plataforma realiza a transação entre vendedor e comprador. É estipulada uma taxa em % da transação, para que o acordo possa ocorrer.

Como escolher uma?

Agora que já esclarecemos como funciona uma plataforma de Bitcoin, vamos fornecer algumas dicas para que você possa fazer uma boa escolha. Obviamente, o funcionamento de todas as opções disponíveis é muito similar, porém é preciso analisar os pontos a seguir antes de aderir a uma delas em específico. 

Taxa das transações

Geralmente, as plataformas cobram uma comissão por cada transação realizada a partir de sua intermediação. Então, busque avaliar qual delas oferece uma proposta boa nesse sentido, tendo em vista as transações que pretende fazer.

Forma de pagamento

As plataformas trabalham com diversas formas de pagamento, que podem ser transferência bancária, cartão de crédito e algumas outras. Procure escolher uma solução que ofereça a que mais o agrada para comprar Bitcoins.

Segurança e transparência

É claro que não deixaríamos de falar sobre a questão da segurança. Afinal, quando se lida com algo de valor, é preciso tomar esse cuidado. Portanto, verifique se a plataforma conta com um sistema de criptografia que seja confiável e garanta a transparência das transações envolvendo Bitcoins.

Dessa maneira, dificilmente você terá problemas no futuro.

A BitcoinTrade é a plataforma de compra e venda de criptomoedas mais segura do Brasil. É a primeira a usar os mais rigorosos padrões de segurança da certificação PCI DSS Compliance de nível 2, garantindo muito mais tranquilidade para as suas transações. 

Como investir na área?

Para finalizar este conteúdo, preparamos 3 dicas importantes para você que quer começar a investir em bitcoins e tirar um bom proveito dessa criptomoeda. Acompanhe:

1. Tenha uma estratégia

O primeiro passo para fazer bons investimentos em Bitcoin é ter uma boa estratégia de investimento. Afinal, tomar como base somente a volatilidade da moeda não é o mais indicado, principalmente quando não se tem muita experiência no mercado.

Então, não complique: começa definindo objetivos de curto, médio e longo prazo, para que eles possam guiar suas ações e ajudá-lo a construir um planejamento. Afinal, períodos de baixa e alta da moeda virão com certa frequência — e basear-se somente neles para comprar e vender seus Bitcoins pode não ser algo muito sustentável.

Lembre-se também de que fatos externos podem influenciar nessa questão. Por isso, é importante ter uma estratégia bem-definida para não realizar transações às cegas.

2. Estude os gráficos e os indicadores

Saiba, de antemão, que comprar e vender Bitcoins serão decisões que você terá de tomar. Portanto, tenha como premissa o fato de que uma boa escolha é baseada em dados (e não no achismo).

Quando entramos no universo do Bitcoin, isso pode ser feito estudando uma porção de gráficos e indicadores de seu mercado. Na prática, estamos falando de utilizar esse recurso para identificar padrões de alta e baixa da moeda, como um bom guia para tomar essas decisões.

Faça análises tanto no curto quanto no longo prazo, pois isso ajudará no processo de geração de insights sobre o comportamento do mercado. Tal prática também tornará mais fácil a otimização de suas estratégias de investimento.

3. Comece fazendo testes iniciais

Nossa última dica é: não invista todo o seu capital nesse mercado de uma vez só. Comece fazendo testes com um investimento, para que você possa aprender melhor sobre esse universo e ganhar segurança para investir cada vez mais até chegar a uma quantia ideal no futuro.

Pensar dessa maneira ajudará você a construir uma boa carteira de investimentos a longo prazo. Afinal, investir todo o seu dinheiro de uma vez só é um risco muito grande, principalmente para quem é principiante — e não será trabalhando dessa forma que você se dará bem nesse mercado.

Então, tenha paciência, faça testes com um investimento menor e utilize todo esse aprendizado para tirar o melhor proveito dos Bitcoins no futuro.

Agora que você já sabe mais sobre a plataforma de Bitcoin, entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo a entender melhor sobre esse universo!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"