Perfil de investidor: descubra qual é o seu agora mesmo

Cada dia mais, as pessoas estão mostrando maior interesse em investir e fazer o próprio dinheiro render taxas de juros mais atrativas. Essa mudança é muito saudável para as finanças e proporciona maior equilíbrio das contas, uma vez que, quando está bem aplicado, o dinheiro deve trabalhar para você — e não o contrário.

A variedade de investimentos exige um certo estudo e adequação às possibilidades de quem está investindo. A partir de um detalhamento do perfil de investidor, questões como os prazos que ele está disposto a assumir, suas habilidades financeiras e conhecimento sobre o assunto, o risco que ele pode correr, a renda que deseja alcançar, a segurança financeira, o orçamento disponível considerando as despesas familiares e outros aspectos são pontos que devem ser levados em conta na hora da escolha do melhor investimento.

Neste post, explicamos um pouco mais sobre cada um dos perfis e damos alguns exemplos de investimentos que se encaixam melhor a eles. Confira!

Perfil Conservador

O perfil conservador é aquele que está menos disposto a correr riscos e geralmente exige títulos que não engessem o recurso por muito tempo, já que possui objetivos de curto e médio prazo.

Esse é o perfil da maioria dos investidores iniciantes que, justamente pela falta de conhecimento sobre o mercado, priorizam proteger seu dinheiro e visam liquidez, mesmo que os rendimentos disponíveis não sejam tão interessantes.

Alguns exemplos de investimentos para esse tipo de perfil são os títulos do tesouro direto e as letras de crédito.    

Perfil Moderado

O perfil moderado já se refere a um investidor mais flexível, com algum conhecimento financeiro e metas de médio e longo prazo. Por tolerarem maiores riscos e menor liquidez, quem tem o perfil moderado aceita variar um pouco a carteira e opta por papéis não tão estáveis.

Porém, esse perfil de investidor também preza pela segurança e conservação do seu patrimônio, motivo pelo qual não arrisca tanto e acaba por reservar uma pequena parcela da carteira para, por exemplo, ações da bolsa de valores.

Além dessa opção, ele também costuma investir em tesouro direto, fundos imobiliários e debêntures.

Perfil Agressivo

O perfil agressivo, por sua vez, é aquele investidor com bom conhecimento de mercado e propenso ao risco, pois está em busca de rendimentos maiores. Tem a maior parte da carteira de investimentos composta por renda variável e seu maior objetivo é multiplicar seu patrimônio a longo prazo.

Alguns dos investimentos que atraem esse perfil são ações na bolsa de valores, criptomoedas e mercado de derivativos.

Como as alternativas que fogem à poupança exigem o intermédio de uma corretora, essas instituições aplicam um questionário, justamente para identificar as características de seus clientes e disponibilizar ou recomendar opções, de fato, interessantes para as diferentes pessoas e suas realidades. Por isso, é importante se informar e aprofundar no assunto.

Muitas vezes, essa investigação sobre o perfil de investidor pode ser chata, mas ela é fundamental para garantir o sucesso das suas estratégias, além de ser uma exigência prevista por lei justamente para proteger quem está entrando no mundo dos investimentos.

Agora que você já sabe disso, manter-se sempre informado é um passo essencial para usufruir de bons resultados financeiros. Assim, veja também 5 dicas sobre onde investir o dinheiro e fazer a escolha certa e melhore o desempenho dos seus investimentos! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.