Conhecer quais são os tipos e como investir nas diferentes moedas virtuais existentes no mercado de investimentos é algo essencial para quem quer fazer parte desse universo. Afinal não é somente de Bitcoins que o mercado de criptomoedas vive, há muito mais opções!

Portanto, se você está pensando em como investir em moeda virtual, é preciso entender muito bem sobre como funciona a dinâmica do seu mercado. Também é essencial conhecer as opções que terá em mãos para poder tomar as melhores decisões de investimento possíveis.

Sem dúvida alguma, isso trará uma base mais consistente para realizar esse investimento em Bitcoin, bem como saber como montar a sua carteira de moedas virtuais e diversificá-la da maneira mais adequada para você.

Preparamos, então, este conteúdo para que você possa aprofundar um pouco mais seu conhecimento nesse assunto. Continue acompanhando a leitura conosco!

O que é moeda virtual?

Vivemos em tempos em que a tecnologia avançou de forma acelerada o que possibilitou a criação de um novo tipo de recurso: as criptomoedas. Além disso, um outro fator que pode ter impulsionado o surgimento das moedas virtuais é a crescente inquietação do setor econômico com o sistema monetário tradicional, bem como com as suas regras de câmbio.

As moedas virtuais também possuem um valor monetário, assim como uma moeda tradicional, porém elas existem apenas no formato eletrônico. No entanto, o mais importante é a sua característica descentralizada, ou seja, o fato de que as moedas virtuais não possuem nenhum órgão centralizador controlando-as, tal como o governo ou o Banco Central. Dessa forma, seu valor é definido por regras de criptografia totalmente regidas por sua tecnologia.

Atualmente, ainda há muita resistência para que governos e órgãos tradicionais aceitem-as como unidades de valor. Apesar disso, elas continuam crescendo muito e já são aceitas como pagamento em muitos lugares pelo mundo.

O Bitcoin é a mais conhecida de todas as moedas virtuais, mas existem outras igualmente vantajosas. Assim, é necessário conhecer bem cada uma delas antes de fazer um investimento.

A mais conhecida delas é o Bitcoin, que foi uma das pioneiras nesse mercado. Sem dúvida alguma, é a moeda virtual mais visada pela mídia. No entanto, existem outras criptomoedas ganhando cada vez mais reconhecimento pelos investidores e usuários.

Vamos falar um pouco sobre as mais famosas!

Quais as principais moedas virtuais existentes?

Assim como falamos na introdução, não só de Bitcoin vive o mercado de moedas virtuais. Novas moedas virtuais surgem todos os dias! O próprio Facebook lançou recentemente sua própria criptomoeda, a Libra. No entanto, não são todas que ganham reconhecimento dos usuários das criptomoedas. A tabela abaixo contém quase todas as moedas virtuais ativas existentes:

Moeda VirtualSímboloLançamentoFundador
AeonAEON2014Aeon Core Team
AuroracoinAUR2014Baldur Odinsson
BitcoinBTC, XBT, ₿2009Satoshi Nakamoto
Bitcoin CashBCH2017
BlackCoinBC, BLK2014Rat4
CloakCoinCLOAK2014CloakCoin Team
DashDASH2014Evan Duffield &Kyle Hagan
DigitalNoteXDN2014XDN-dev team, dNote
DogecoinDOGE, XDG, Ð2013Jackson Palmer& Billy Markus
E-CoinsECS2015QuiproQuo
EmercoinEMC2013EvgenijM86
EOS.IOEOS2017Dan Larimer
EthereumETH2015Vitalik Buterin
Ethereum ClassicETC2015
GridcoinGRC2013Rob Hälford
LitecoinLTC, Ł2011Charles Lee
LunesLUNES2018Lucas Magno
MastercoinMSC2013J. R. Willett
MazaCoinMZC2014BTC Oyate Initiative
MoneroXMR2014Monero Core Team
NamecoinNMC2011Vincent Durham
NanoNANO2014Colin LeMahieu
NEMXEM2014UtopianFuture
NEONEO2014Da Hongfei & Erik Zhang
Niobio CashNBR2017Marconi Soldate
Niobium CoinNBC2017
NxtNXT2013BCNext
PeercoinPPC2012Sunny King
PotCoinPOT2014
PrimecoinXPM2013Sunny King
RippleXRP2013Chris Larsen &Jed McCaleb
StellarXLM2014Jed McCaleb
TetherUSDT2015Jan Ludovicus van der Velde
TitcoinTIT2014Edward Mansfield & Richard Allen
VergeXVG2014Sunerok
VertcoinVTC2014Bushido
ZcashZEC2016Zooko Wilcox-O’Hearn

Para que você possa entender um pouco mais sobre as opções que o mercado de moedas virtuais oferece, preparamos aqui uma descrição rápida de 5 das principais moedas criptografadas para você conhecer:

1. Ethereum

O Ethereum é uma das mais lembradas entre quem quer investir em moeda virtual, principalmente para aqueles que trabalham com o seu processo de mineração, pois tem o melhor custo-benefício nessa atividade.

Além disso, ela possui uma plataforma de código aberto para realizar as suas transações e a utilização da sua tecnologia tem um grande potencial para ser aproveitado por outros setores, um deles é o mercado de contratos inteligentes.

2. Litecoin

Principalmente no ano passado, o Litecoin demonstrou ser uma das moedas virtuais mais estáveis, sendo considerada uma das principais alternativas ao Bitcoin. Isso se deve também pelas suas taxas que são mais baixas quando se compara as duas moedas.

Outro diferencial do Litecoin é a sua rapidez ao realizar as transações, muito pelo fato de que ela possibilita realizar a sua mineração com hardwares mais modestos, o que diz sobre a sua leveza nesse processo.

3. Bitcoin

Claro que a moeda virtual mais famosa não poderia ficar de fora dessa lista também. O Bitcoin foi uma das pioneiras nesse mercado. Surgiu em 2008, foi apresentado por um programador que leva o pseudônimo de Satoshi Nakamoto.

Desde o seu surgimento a moeda virtual só cresce, mesmo tendo períodos relevantes de alta volatilidade. No geral, a cada ano que passa ela se fortalece e valoriza ainda mais. Por ser a moeda virtual que mais aparece na mídia, é normal que possua uma visibilidade maior do que as outras.

Quer queira ou quer não, isso também ajuda a fornecer um pouco mais de segurança para os investidores que querem entrar nesse mercado. 

4. Ripple

Uma das moedas digitais que atualmente possui um grande volume de transações é a Ripple. Essa moeda foi desenvolvida por uma organização chamada OpenCoin, que idealizou um sistema de pagamentos em código aberto.

Esse sistema tem como objetivo sanar as barreiras que as taxas colocadas pelas instituições financeiras representam. A sua ideia é trabalhar para que o dinheiro possa circular livremente. O Ripple também é conhecido como XRP.

5. Bitcoin Cash

O Bitcoin Cash surgiu em 2017, a partir de um hard fork com o Bitcoin. A discussão que o gerou foi acerca da velocidade nos registros da rede blockchain: a comunidade Bitcoin queria aumentar o número de transações por segundo.

Portanto, a principal diferença entre o Bitcoin Cash e o Bitcoin tradicional é o tamanho do bloco de transações. Os blocos do Bitcoin Cash são de 8 MB – 8 vezes maiores que os do Bitcoin.

6. Zcash

Uma das moedas digitais mais interessantes é a Zcash. Ela foi criada recentemente, em 2016. A motivação da sua criação foi o fato de que o Bitcoin demonstrou ser uma moeda nem tão anônima quanto parece.

Por isso, a sua ideia está baseada em um pilar: privacidade. Em cada transação, o Zcash oculta automaticamente informações de quem realizou e de quem recebeu a quantia. Isso fez com que ela seja a queridinha para quem pretende fazer transações mais particulares.

Esse é um dos grandes motivos de a moeda ter se popularizado rapidamente.

Por que o Bitcoin ganhou destaque no mercado?

Para finalizar, vamos mostrar aqui alguns dos motivos que fizeram o Bitcoin, a mais famosa das moedas virtuais, se destacar no mercado:

Pioneirismo em relação ao Blockchain

Uma das tecnologias que mais estão em alta no mundo é a tecnologia blockchain. É ela que fornece toda a base para que as transações sejam realizadas com transparência e segurança na maioria das moedas virtuais.

As moedas virtuais são pioneiras em vários sentidos, mas, sem dúvida, o Bitcoin é o que mais chama atenção da mídia e dos curiosos, principalmente depois de sobreviver a tantos períodos de baixa.

O Bitcoin foi pioneiro em relação a esse avanço, inclusive, muitos consideram que a tecnologia blockchain foi descoberta somente graças ao Bitcoin. Isso acaba gerando uma certa credibilidade e ajuda a moeda a ganhar destaque.

Maior aceitação de outros mercados

Outro fato relevante é que o Bitcoin já ganhou a adesão de outros mercados há um tempo considerável. Estamos falando de empresas e até governos que começaram a aceitar a moeda como forma de pagamento.

Podemos citar como exemplos a Amazon e o governo japonês que, inclusive, permite realizar transações convertendo Bitcoins em Ienes, a sua moeda local.

Sobrevivência a períodos de baixa

O Bitcoin também é considerado uma moeda virtual muito resistente. Afinal, desde 2013 já resistiu a mais de cinco períodos de quedas. Essas foram épocas em que ela se desvalorizou consideravelmente e muitos cogitaram o seu fim.

Porém, as desvalorizações foram superadas e sua presença é cada vez mais constante no mercado desse tipo de moeda.

As opções de moedas virtuais são inúmeras! Claro que existem as queridinhas dos investidores, mas o ideal é estudar bastante sobre as que mais chamam sua atenção e escolher de acordo com seu perfil de investimento.

Nunca se esqueça de procurar corretoras confiáveis e de estar muito bem informado antes de fazer um investimento!

Conheça a BitcoinTrade!