Vamos conversar sobre mineração de Ethereum!

Você provavelmente já conversou com alguns colegas sobre Ether e a mineração de Ethereum, e eles não entenderam ou souberam explicar muito bem. Mas é normal, pode deixar que nós te explicamos esse assunto, afinal somos referência em toda América Latina quando se fala em criptomoedas!

Bitcoin é a criptomoeda mais famosa e foi ela que lançou toda uma indústria de inovação baseada na tecnologia blockchain e seu campo técnico e econômico. Concebido inicialmente, e principalmente, como reserva de valor e meio de troca fora da jurisdição de governos ou de terceiros, a aplicação do Bitcoin se concentra em fornecer liberdade econômica individual por meio da criação de uma nova tecnologia financeira.

No entanto, a aplicação da tecnologia blockchain, criptografia, computação distribuída e economia em um sistema como o Bitcoin foi a ponta do iceberg e a porta de entrada para o desenvolvimento de muitas outras criptomoedas. A mineração de Ethereum abriu as portas para o potencial da utilização da tecnologia blockchain em uma ampla variedade de aplicações.

O que é mineração de Ethereum e por que começar a usar?

Para entender as vantagens e particularidades do Ethereum e da sua mineração, primeiro é preciso entender como o blockchain da moeda funciona.

O termo  Ethereum é normalmente associado a uma criptomoeda, como o Bitcoin. Embora essa definição não esteja totalmente incorreta, ela pode ser um pouco simplista.

Ethereum é muito mais do que uma simples criptomoeda. Na verdade, é uma plataforma baseada na tecnologia blockchain que permite aos desenvolvedores criarem e implantarem aplicativos descentralizados.

O Bitcoin permite que você participe de uma rede financeira global, já ao usar o Ethereum você consegue participar de uma rede computacional global. Isso é feito através de contratos inteligentes, os quais são pedaços de códigos que podem ser adicionados no blockchain do Ethereum.

Surgimento e popularização da mineração de Ethereum

A ideia do Ethereum foi desenvolvida em 2013 por Vitalik Buterin, que na época era programador e colaborador da Bitcoin Magazine. Na época ele defendia mais funcionalidades no blockchain do Bitcoin para facilitar a criação de aplicativos pelos desenvolvedores.

Seu plano foi recebido com resistência pela comunidade bitcoin, então ele desenvolveu uma estrutura para o Ethereum, criou uma equipe e publicou o whitepaper Ethereum. Após uma pré-venda para arrecadar dinheiro para financiar o desenvolvimento da Máquina Virtual Ethereum, a rede entrou em operação em 30 de julho de 2015.

Em sua extensão, Ether é uma moeda digital usada para operar contratos inteligentes na rede Ethereum. Assim como o Bitcoin, a rede Ethereum, os tokens Ether e a própria mineração de Ethereum não são controlados ou emitidos por nenhum banco ou governo – ao contrário, é uma rede aberta gerenciada por seus usuários.

Porque o Ethereum é tão importante?

A visão da mineração de Ethereum é criar uma vasta rede com muitos computadores privados e que executam vários aplicativos de internet, funcionando sem a interrupção de terceiros.

Um dos motivos que faz do Ether e da mineração de Ethereum tão importantes é a garantia de segurança trazida por essa criptomoeda.

Mas por que remover os terceiros?

A remoção de terceiros tem muitos benefícios, por exemplo: como o Ethereum é uma rede de computadores administrada pela comunidade de usuários, isso significa que as informações pessoais dos usuários não serão mais armazenadas nos servidores centrais de grandes empresas, esperando para serem invadidas, vendidas e interrompidas, por isso pode ser mais seguro!

Além disso, a descentralização significa que nenhum usuário ou grupo de usuários pode ser excluído do uso de aplicativos, dessa forma todas as pessoas de qualquer país e origem é livre para usar e participar sem aprovação ou permissão. Até mesmo os aplicativos Ethereum não precisam de permissão para existir, o que significa que não podem ser removidos ou censurados de qualquer loja de aplicativos.

A nova internet

A mineração de Ethereum pretende mudar a forma como a internet funciona, isso porque, pela primeira vez, permite que os sistemas de computadores online sejam executados sem o uso de qualquer terceiro. O Ethereum permite que aplicativos de software sejam executados em uma rede de muitos computadores particulares, também conhecidos como sistema distribuído.

O que é e como funciona a mineração de Ethereum?

Tanto no Bitcoin quanto no Ethereum, a nova moeda (Bitcoin ou Ether) é criada por um processo chamado ‘mineração’. O processo é “simples”, no qual os nós em um blockchain devem verificar as transações e então, os nós são recompensados ​​com uma nova moeda. Por exemplo, um nó Ethereum (conhecido como mineração) é recompensado com um novo Ether.

Isso é chamado de mineração porque é semelhante à mineração de pedras preciosas, como ouro ou diamante. Em vez de cavar no chão, porém, os “mineradores” estão verificando as transações.

A mineração de Ethereum ajuda a realizar a visão da computação descentralizada. Uma das principais formas, é criar um sistema distribuído a base de nós, o que acontece sempre que um computador ou minerador se junta ao blockchain Ethereum – e qualquer um com poder computacional suficiente pode se tornar um nó, o que torna o Ethereum blockchain livre de restrições.

A plataforma mais segura para realizar as transações de moedas virtuais

É de suma importância contar com uma plataforma segura e confiável para realizar suas transações de moedas virtuais.

Todos os processos de transações financeiras envolvem confiar a estranhos eu dinheiro e suas informações, e isso pode causar uma certa inquietação, não é mesmo? Essa é mais uma vantagem em se investir na mineração de Ethereum e na compra e venda de Ether.

Isso acontece porque, por meio dessa moeda, os contratos e apps inteligentes guiam automaticamente essas transações e tecnologias, enquanto um registro inquebrável de tudo é mantido online para sempre. Muito legal, você não acha? 

Mas, para investir nisso, é necessário procurar por uma plataforma de moedas digitais que opere no Brasil e que garanta a segurança das suas moedas e transações.

Conheça a BitcoinTrade, a plataforma mais segura de moedas digitais da América Latina. Fundada em outubro de 2017, no Rio de Janeiro, a BitcoinTrade já está entre os líderes do mercado nacional em volume negociado mensalmente. Atendemos milhares de clientes e empresas, entregando uma solução simples, segura e ágil para compra e venda de moedas digitais.

Pronto para começar a investir na mineração de Ethereum e no Ether? Então, entre em contato conosco para batermos um papo sobre o assunto!