Quando falamos em investir em Bitcoin, muitas pessoas se assustam com o preço da criptomoeda, que hoje já está na casa das centenas de milhares de Reais. Porém, o que muitos não sabem, é a possibilidade de comprar uma fração Bitcoin.

Da mesma forma que, para investir em ouro, você não precisa comprar 1 kg dele, para investir em Bitcoin, é possível comprar apenas uma parte da moeda – o que significa que você poderá entrar para este universo com valores menores, como R$25.

Ficou interessado? Então siga a leitura e entenda melhor sobre a fração Bitcoin!

O que é Bitcoin?

O Bitcoin é uma criptomoeda. Isso significa que ele é uma moeda virtual (que não tem representação física, como as notas físicas de dólares ou reais) e que não depende do controle de governos e de Bancos Centrais.

Assim, como esta é uma moeda eletrônica, as transações são feitas por meio da internet, mais especificamente por uma tecnologia chamada Blockchain. É nessa enorme rede que o Bitcoin é produzido e trocado entre os usuários, com todas as transações ficando registradas nessa rede, que funciona como um enorme livro caixa.

A blockchain é, também, a rede que oferece segurança ao Bitcoin, já que todas as transações contam com criptografia. Os registros das transações ficam para sempre na rede, já que elas não podem ser apagadas e nem alteradas.

Como o Bitcoin é uma moeda finita, com previsão máxima de quantas unidades podem ser mineradas, ela não sofre com a inflação, como as moedas tradicionais que podem ser emitidas em enormes quantidades pelos governos, dependendo da política econômica vigente.

O que é fração Bitcoin?

Os Bitcoins não são unidades monetárias engessadas. Apesar de possuir um valor alto, é possível realizar transações com apenas frações de Bitcoin. Para ficar mais claro, pense no Real, em que também existem os centavos, que são frações menores e que podem ser comercializadas.

Outro comparativo é com o ouro. Quem deseja comprar para investir, não precisa, necessariamente, comprar 1kg de ouro, mas é possível comprar algumas gramas, de acordo com o valor que você dispõe no momento.

Vamos ver as principais frações do Bitcoin.

mBTC (Mili-Bitcoin)

Essa é a primeira fração do Bitcoin, vindo logo abaixo do Bitcoin inteiro. Cada mBTC equivale a 1 milésimo de Bitcoin (0,001 BTC). Então, para saber quanto está valendo 1 mBTC hoje, é só pegar o valor do Bitcoin e dividi-lo por 1000.

uBTC (micro-Bitcoins)

O micro-Bitcoin, uBTC, é a fração por milhão. Então, 1 uBTC equivale a 0,000001 Bitcoin ou 0,001 mBTC.

Satoshi

A fração mínima de Bitcoins recebe o nome do criador da criptomoeda, Satoshi Nakamoto. Então, a cada 100 satoshis, é possível obter 1 uBTC. Temos, portanto, que 1 satoshi corresponde a 0,00000001 Bitcoin.

A correspondência ainda pode ser: 1 Bitcoin corresponde a 100 milhões de satoshis, 0,5 Bitcoin corresponde a 50 milhões de satoshis e 0,25 Bitcoin corresponde a 25 milhões de satoshis.

A grande vantagem de usar o satoshi é que os investidores não precisam ter 1 Bitcoin inteiro para começar a usar a criptomoeda.

Mesmo com as frações do Bitcoin, você conseguirá realizar transações, pagar por serviços e produtos e começar a investir. Considerando que o preço de 1 Bitcoin está bastante elevado, a fração Bitcoin é uma forma de tornar a criptomoeda mais acessível.

É possível investir em Bitcoin mesmo com o preço alto da criptomoeda, por meio da compra de frações.

Por que Bitcoin está tão caro?

Antes de mais nada, é preciso compreender como o preço do Bitcoin é estabelecido. Como explicamos, a criptomoeda é independente, então não sofre ações de bancos e governos para taxar o seu preço.

A cotação é totalmente dada pela economia, mais especificamente pela lei da oferta e da procura. Quanto mais pessoas estiverem comprando Bitcoins, mais raro ele ficará no mercado – e, portanto, maior será o seu valor.

Além disso, como o Bitcoin é finito (máximo de 21 milhões de unidades), não pode ser produzido quando atingir o teto de moedas, e apenas as pessoas que detiverem a cripto poderão continuar a transacioná-la. O que significa que o valor do Bitcoin tenderá a aumentar ainda mais, conforme for chegando próximo a esse valor máximo (a estimativa é que esse patamar seja atingido no ano de 2140).

Outros motivos que fazem com que o Bitcoin tenha uma cotação elevada são:

·         Confiança: é a primeira criptomoeda funcional, nunca foi interrompida e nunca sofreu com uma falha no sistema desde a sua criação;

·         Força da rede: é a criptomoeda com maior número de nós completos espalhados por todo o mundo, o que garante sua segurança e capacidade de preservar os dados públicos e imutáveis;

·         Processamento: a blockchain do Bitcoin tem um alto poder de processamento, com mais de 50 milhões de TH/s;

·         Descentralizado: não sofre controle central e não tem nenhum líder, empresa ou governo capaz de influenciá-lo, confiscá-lo ou impedi-lo de ser usado livremente. As transações são irreversíveis, rápidas e baratas;

·        Incentivos: cada Bitcoin é criado por um sistema de mineração, que incentiva o investimento no sistema. Os mineradores devem resolver um problema matemático que será usado para registrar uma transação na rede. Quem resolvê-lo mais rápido, é recompensado com Bitcoins.

Atualmente, o Bitcoin pode ser usado para investir em crédito, em moedas estrangeiras e na Bolsa Internacional e não é mais visto como um ativo exótico, como quando ele iniciou suas atividades.

Qual o valor mínimo para investir em Bitcoin?

Ao entender melhor sobre fração Bitcoin, já deu para notar que você não precisa comprar 1 Bitcoin para começar a investir, não é? Várias exchanges oferecem a possibilidade de começar com valores mais baixos, permitindo comprar partes do Bitcoin.Isso significa que não existe valor mínimo. É você que define com quanto deseja começar – que pode ser com R$10, R$50 ou R$100. Para ter certeza, contudo, vale a pena conferir qual é o valor mínimo exigido pela exchange que você deseja negociar. Em geral, elas estabelecem essa quantia em R$ 50. Na BitcoinTrade, é possível começar com R$ 25.

Ao contrário do que muitos pensam, não é preciso muito dinheiro para começar a investir em Bitcoin.

Quais as vantagens de investir em uma fração Bitcoin?

A principal vantagem da fração Bitcoin é que ela permite que mais pessoas tenham acesso à criptomoeda. Afinal, atualmente, é muito difícil encontrar quem tenha reais condições de comprar 1 Bitcoin inteiro.

Mas é muito simples encontrar pessoas que tenham condições de comprar 1 satoshi, por exemplo. Então, as frações vieram para democratizar o acesso à criptomoeda.

Outra vantagem importante é a facilidade que essas frações trazem. Seria muito mais complicado comprar 1 produto e pagar por ele usando Bitcoins, se não houvesse as frações. Porém, com essa alternativa, você consegue comprar produtos e serviços e pagar por eles usando suas criptomoedas sem dificuldade.

De qualquer forma, se você deseja começar a investir em Bitcoins, independentemente do valor, a dica mais importante é sempre acompanhar o mercado. Porque, como vimos, a moeda tem uma volatilidade alta e, conforme o preço do Bitcoin sobe ou desce, os valores das frações também mudam.

Então, ao acompanhar as notícias e as oscilações do mercado de Bitcoins, você saberá exatamente o momento certo de comprar ou vender suas frações, aumentando a sua renda.

Quanto Bitcoin rende por mês?

O Bitcoin em si não tem um rendimento garantido. Muitas pessoas confundem o valor alto do Bitcoin com a possibilidade de ter um retorno rápido e garantido, mas não funciona assim.

Diferentemente de outros investimentos, como dólar, euro ou ouro, o Bitcoin não rende ou paga dividendos. Ele tem o seu valor de mercado que sofre alterações a todo momento, de acordo com a oferta e a demanda.

Esse é um mercado que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana. Então os valores podem mudar radicalmente de uma hora para outra. Para obter lucro, uma forma possível é comprar seus Bitcoins quando eles estiverem em um valor mais baixo e vender as moedas quando elas aumentarem de valor – não apenas com a posse do ativo.

Então, para conseguir lucrar e ter rendimentos com fração Bitcoin, você precisará ter uma ação mais ativa do que apenas comprar e manter a posse do ativo. É preciso analisar como está o mercado e definir os momentos certos de comprar e vender.

Essa falta de compreensão sobre o funcionamento do Bitcoin pode levar você a cair em golpes. Infelizmente existem muitas empresas desonestas que prometem lucros com Bitcoin de 40% ou mais ao mês.

Essa é uma taxa impossível. Basta comparar com as taxas dos Bancos que ficam em torno dos 20% em cima de um empréstimo, considerando, ainda, que o nosso é um dos países com as maiores taxas de juros do mundo.Por isso, antes de começar a investir em fração Bitcoin, nossa dica é: estude sobre o assunto e entenda como o ativo funciona.

A fração Bitcoin torna a moeda mais acessível, porém, para que o investimento valha a pena, é importante acompanhar o mercado constantemente

Como investir e ganhar dinheiro com Bitcoins?

Agora que você entendeu melhor como funcionam os Bitcoins, veja algumas possibilidades de investimento que ajudarão você a ganhar dinheiro com essa criptomoeda.

Trader/ Holder

Essa é uma das maneiras mais usuais de investir em Bitcoin. O trade significa comprar a moeda durante a baixa, por um preço menor, e vendê-la durante a alta. O hold é comprar a moeda e esperar ela valorizar para, então, realizar a venda.

A segunda opção é mais indicada para os investidores de longo prazo, já a primeira é recomendada para quem deseja obter ganhos no curto prazo.

De qualquer maneira, para lucrar, é imprescindível ter muita informação e conhecimento do mercado, encontrando o momento certo para realizar as operações.

Empréstimo de Bitcoins

Essa é uma maneira lucrativa de manejar Bitcoins, porém, também, é bastante arriscada. Nesse caso, é possível emprestar suas criptomoedas para pessoas ou empresas de qualquer parte do mundo.

Já existem plataformas especializadas nesse tipo de transação, em que o investidor lucra com os juros da operação. Contudo, como explicamos, ainda é uma forma bem arriscada, porque existe o risco do calote e também da plataforma não ser segura.

Arbitragem de Bitcoins

Basicamente, consiste em comprar Bitcoins em uma exchange e vender em outra, lucrando com a diferença de preço entre elas. Para isso, você precisa encontrar uma exchange que esteja vendendo Bitcoins a um preço mais baixo e outra que tenha um preço mais alto para realizar a venda.

Mas, para conseguir lucrar, é indispensável averiguar com cuidado as taxas de depósito, negociação, transação e saque, pois você terá que enviar Bitcoins de uma empresa para outra.

Embora seja possível ganhar dinheiro com essa técnica, a tendência é que ela seja cada vez menos lucrativa, porque o preço do Bitcoin entre as exchanges está cada vez mais semelhante.

Mineração

A mineração já permitiu que muitas pessoas ganhassem Bitcoins, porém, hoje, está bem mais complexa, exigindo um altíssimo poder computacional.

Na prática, ganham Bitcoins os mineradores que emprestam poder computacional à rede, resolvendo as equações matemáticas necessárias para registrar as transações na Blockchain.

Porém, para isso, você precisará investir em aparelhos dedicados à atividade e ainda pagar a eletricidade usada por esses aparelhos (que é alta), o que acaba sendo impossível para usuários comuns, apenas para grandes empresas especializadas em pool de mineração.

Depois de todas essas dicas, você já sabe como começar a investir em fração Bitcoin? Se curtiu o nosso conteúdo, assine a newsletter e receba as novidades do blog e do universo das criptomoedas direto no seu e-mail!

Redator | BitcoinTrade

Breno tem mais de 12 anos de experiência com Marketing Digital. Já passou por grandes varejistas tradicionais e em 2017 se apaixonou pelas criptomoedas. Hoje é responsável pelas estratégias de comunicação e aquisição de novos clientes na BitcoinTrade.