Muitos acreditam que as stablecoins são o futuro das criptomoedas. Afinal, elas contam com mais estabilidade, justamente por serem lastreadas. Uma dessas tendências é a criptomoeda DAI, que possui valor estável em relação ao dólar americano.

Você já conhece o funcionamento da criptomoeda DAI? Continue com a gente e entenda melhor sobre essa nova criptomoeda, como ela funciona, sua cotação e por que é uma boa ideia comprar DAI.

O que é a criptomoeda DAI?

A criptomoeda DAI, também chamada de DAI coin, é uma stablecoin descentralizada criada pela plataforma MakerDAO (MKR) e seu valor acompanha o dólar americano, na proporção de 1:1 – e sempre permanecerá assim até que o token seja retirado de circulação. Para que isso seja possível, seu valor é lastreado em uma cesta de criptomoedas, que são depositadas pelos próprios usuários que utilizam a plataforma.

Para saber quanto é o DAI, basta entender que seu preço sempre tende a 1 dólar americano, apesar de esse não ser um valor 100% fixo, existindo variações mínimas de 1 ou 2 centavos para mais ou para menos. A tendência é que o próprio mercado se regule, fazendo com que esse gap nunca seja muito grande e nunca fique aberto por muito tempo. A partir de mecanismos de estabilidade, o DAI busca sempre se manter pareado ao dólar.

A DAI coin foi lançada em 2017 por meio da plataforma MakerDAO (MKR). Essa é uma plataforma de contratos inteligentes na Ethereum que garante e estabiliza o valor do DAI por meio de um sistema dinâmico de posições de dívidas com garantia (ou CDPs, em inglês) – mecanismos de retroalimentação autônomos e agentes externos.

O que é uma stablecoin?

Em resumo, uma stablecoin possui todos os benefícios de uma criptomoeda tradicional e ainda conta com a estabilidade. Ou seja, essas moedas são: descentralizadas, seguras, contam com a criptografia e a transparência da blockchain e a eficiência de um mercado que funciona 24 horas por dia e ainda têm seus valores estáveis, sempre atrelados a algum ativo estável.

Para isso, essas moedas virtuais têm o seu valor atrelado a outro ativo estável. As stablecoins mais conhecidas e usadas são pareadas com o dólar americano, como é o caso da criptomoeda DAI, mas existem outras pareadas com ouro, commodities, imóveis, moedas fiduciárias, uma combinação de opções etc.

Essas moedas surgiram para resolver o problema da grande volatilidade das criptomoedas tradicionais, o que deixava alguns investidores receosos com um ativo cuja valorização futura pode ou não ser exponencial. Assim, uma stablecoin pareada em 1:1 com o dólar americano, por exemplo, terá sempre a mesma cotação que o dólar.

Como funciona a criptomoeda DAI?

O processo de funcionamento da criptomoeda DAI é facilitado pela plataforma Maker, juntamente com o token MKR, contratos inteligentes de CDP e vários outros mecanismos de estabilização. 

Dessa forma, toda sua estrutura ocorre através da tecnologia Blockchain Ethereum e de seus contratos inteligentes, e isso faz da DAI uma stablecoin verdadeiramente confiável e descentralizada que não pode ser desligada nem censurada.

Maker (MKR)

Para entender melhor como a criptomoeda DAI funciona, é essencial compreender o Maker (MKR) – uma organização autônoma descentralizada. Ele é responsável por dois tokens, o DAI e também o Makercoin, ambos emitidos no Ethereum de acordo com o padrão ERC-20.

A missão do MKR é criar uma linha de ativos digitais descentralizados estáveis vinculados a várias moedas, ouros e outros. A organização é uma das primeiras focadas em Ethereum e conta com uma equipe muito respeitável no setor da criptografia.

Os titulares do MKR são responsáveis por gerir os riscos do sistema, pela lógica comercial, pelo pagamento de empréstimos de DAI coin e pela definição do índice da dívida. Os detentores de MKR são os usuários que podem votar em decisões importantes relacionadas à plataforma e à emissão de DAI.

Mecanismos de estabilidade de preços

Uma stablecoin baseia-se na estabilidade de preços, não sofrendo com a alta volatilidade como outras criptomoedas. O DAI conta com alguns mecanismos que favorecem essa estabilidade. Vamos vê-los abaixo.

Preço de referência

O preço de referência tem duas funções:

Esse preço de referência é expresso em dólar americano em 1:1 – ou seja 1 DAI vale 1 dólar.

Retroalimentação da taxa de referência (TRFM)

No caso de uma grande instabilidade no mercado, um mecanismo automático de retroalimentação da taxa de referência é acionado, rompendo com o câmbio fixo da criptomoeda DAI.

Quando o mecanismo é acionado, a taxa de referência e o preço de referência mudam de forma dinâmica equilibrando a oferta e a demanda de criptomoeda DAI e ajustando automaticamente os incentivos para que os usuários criem e mantenham DAI. 

Dessa forma, o mecanismo de retroalimentação força o preço de mercado do DAI, reduzindo a volatilidade e proporcionando liquidez em tempo real durante os choques de demanda.

Resumindo, o mecanismo funciona assim: se o preço do DAI cai e fica abaixo do preço de referência, a taxa de referência aumenta, consequentemente o preço de referência aumenta de forma bem rápida, o que torna cada nova geração de DAI mais cara. 

Ao mesmo tempo, o aumento da taxa de referência faz com que haja um ganho de capital para os investidores que mantêm o DAI – o que eleva, também, a demanda pela criptomoeda.

O inverso ocorre quando o preço do DAI é maior que o preço de referência, ou seja, a taxa de referência se reduz, o que aumenta a demanda por geração de novos DAIs e uma diminuição no número de pessoas que mantêm o DAI, o que faz com que preço de mercado da criptomoeda caia, voltando ao nível do preço de referência.

Parâmetro de sensibilidade

É esse parâmetro que determina a validade da taxa de referência em resposta ao desvio do preço de mercado em relação ao preço de referência da stablecoin DAI. Quem define o parâmetro de sensibilidade são os proprietários do MKR com direito a voto. Porém, se o TRFM que explicamos acima for ativado, tanto o preço de referência como a taxa de referência são determinados pela dinâmica do mercado.

Liquidação Global

É o último recurso para garantir o preço de referência do DAI. Ele desativa e encerra, gradualmente, todas as atividades na MKR, de forma que todos os usuários, titulares de DAI ou de Posições de Dívidas com Garantia, recebam o valor líquido dos ativos aos quais têm direito.

Esse é um processo descentralizado e o acesso é regulado pelos proprietários de MKR que podem votar, assegurando que a Liquidação Global apenas seja usada em casos de emergências muito graves, como invasões ou falhas de segurança, atualizações do sistema ou graves crises no mercado.

Quais as vantagens de comprar DAI?

Por serem lastreadas ao dólar, as criptomoedas DAI possuem diversas vantagens principalmente para quem vive no Brasil.

Depois de compreender como funciona o DAI, com certeza você deve ter notado várias vantagens dessa stablecoin, não é mesmo? O DAI não é exatamente um investimento da forma como lidamos com as outras criptomoedas, mas uma possibilidade de resguardar seus investimentos a partir de uma reserva em DAI.

Destacamos aqui as principais vantagens do DAI:

Comece agora sua reserva em DAI! 

Neste conteúdo, você viu que o DAI é uma stablecoin baseada na Ethereum que usa tokens para criar novas moedas e diversos mecanismos para manter o seu preço sempre pareado com o dólar, na proporção de 1:1.

Assim, essa é uma stablecoin com características bem diferenciadas, principalmente pelo fato de ela ser realmente descentralizada, já que não precisa de nenhum agente externo para fazer valer o seu lastro – tudo é feito automaticamente pelo sistema, acompanhando as flutuações do mercado e forçando o preço do DAI para próximo do preço de referência, ou seja, do dólar americano.

Quem deseja investir em criptomoedas, mas tem receio em relação à grande oscilação de preços, tem nas stablecoins uma excelente oportunidade, especialmente na compra do DAI, que é bastante seguro e estável. 

Gostou de conhecer mais sobre a criptomoeda DAI? A BitcoinTrade oferece a possibilidade de comprar essa stablecoin!