Confira os 4 melhores investimentos para quem tem pouco dinheiro

Em tempos de instabilidade e incerteza econômica, um dos grandes desafios do investidor é saber qual é o melhor direcionamento que deve ser dado para o seu capital. Pensando nisso, elaboramos este post trazendo dicas dos melhores investimentos para quem tem pouco dinheiro.

Você vai conhecer quatro das mais seguras alternativas de investimentos atuais, que oferecem boas opções de rendimento e são uma excelente escolha, mesmo para quem não tem muito dinheiro para investir. Quer saber mais? Então continue a leitura!

1. Tesouro Direto

O Tesouro Direito é um caminho que chama a atenção de muitos investidores, especialmente em razão da segurança atrelada a estes títulos. Além disso, ele é bastante democrático, já que não exige um investimento inicial de valor elevado.

Conceitualmente, os títulos do Tesouro Direito são emitidos pelo Governo Federal e têm um rendimento superior a poupança. 

Desta forma, o investimento é uma espécie de crédito emitido pelo Tesouro Nacional para o financiamento do déficit da União e da dívida pública federal. Os investidores têm a possibilidade de escolher os títulos públicos e os prazos que melhor atenderem aos seus interesses.

Mas atenção, o cuidado que o investidor precisa tomar diz respeito ao prazo de retirada do valor investido, já que estes investimentos determinam um prazo no qual o dinheiro não poderá ser movimentado.

2. Certificados de Depósito Bancário – CDB

Os Certificados de Depósito Bancário, popularmente conhecidos como CDBs, são investimentos que possuem um risco muito baixo, todavia, o retorno financeiro é igualmente pequeno.

Trata-se de um título emitido pela instituição bancária com o objetivo de levantar recursos financeiros para financiar suas operações de crédito. Na prática, o investidor empresta dinheiro para o banco, que após um determinado período de tempo, devolverá para o investidor este valor devidamente corrigido.

Assim como qualquer outro tipo de investimento, o CDB tem suas particularidades, o que pode fazer com que ele seja uma boa opção para alguns perfis de investidores. Para saber se este é o seu caso, é interessante avaliar o seu objetivo em longo prazo, pesquisar o mercado e conhecer as outras opções de investimento disponíveis.

3. Fundos de Investimento

Os Fundos de investimento são a terceira opção para quem tem pouco dinheiro e quer ser tornar um investidor. Todavia, como existem diversas alternativas disponíveis no mercado, é interessante avaliar cada tipo específico e verificar qual deles melhor se enquadra no seus objetivos.

A vantagem do fundo de investimento é que ele possui um gestor, que é responsável por fazer todo o “trabalho” pelo investidor. Desta forma, ele é responsável pela escolha do ativos e pela realização dos resgates das aplicações.

Todavia, essa gestão tem um custo, razão pela qual você deve ficar atento às taxas de administração, já que em muitos casos elas são extremamente altas, o que pode representar perdas financeiras elevadas, ocasionando, em muitas situações, a inviabilidade do investimento.

4. Bitcoin

O Bitcoin tem ganhado muito espaço no mercado de investimentos nos últimos meses. A supervalorização da moeda e o surgimento de inúmeras outras criptomoedas fizeram com que investidores experientes começassem a ingressar no mercado das moedas virtuais.

Sem dúvida, o Bitcoin é uma excelente opção de investimento, principalmente para quem não quer burocracia e busca uma alternativa que permita o resgate rápido e facilitado, que é o caso das moedas virtuais.

A dica para quem está começando no mercado de criptomoedas é pesquisar bastante, buscar uma boa plataforma de trade de moedas virtuais e começar a investir aos poucos. Assim, é possível se familiarizar com este tipo de investimento, conhecendo suas particularidades e usufruindo de suas principais vantagens.

Além disso, o investidor deve saber que algumas exchanges determinam o valor mínimo de R$ 50,00 para quem quer começar a investir em Bitcoins, mas isso não é regra. Portanto, de forma geral, ele acaba sendo uma excelente opção de investimento, mesmo para quem tem pouco dinheiro. 

Com relação aos custos, são cobradas algumas taxas que vão variar de acordo com a plataforma utilizada. Para algumas transações as taxas são gratuitas, em outros casos elas variam de 0,25% a 0,50%. Informações mais concretas sobre taxas devem ser consultadas diretamente na plataforma de moedas digitais utilizadas pelo investidor.

O grande segredo para se tornar um bom investidor está na diversificação da carteira. Você deve ter em mente que é importante selecionar mais de uma opção de investimento, além de investir na busca constante de informações e conhecimento sobre o mercado financeiro. Assim, mesmo quem tem pouco dinheiro, pode fazê-lo render de forma inteligente.

Gostou deste artigo com os 4 melhores investimentos para quem tem pouco dinheiro? Então compartilhe este post nas redes sociais e ajude outras pessoas que querem ingressar no universo dos investimentos.

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"