Confira 5 perguntas e respostas sobre o mercado de moeda virtual

O desejo de investir e fazer o dinheiro render com as melhores taxas disponíveis no mercado já não é alvo de preocupação apenas das pessoas que têm formação na área. Atualmente, a facilidade de obter informações, de realizar operações financeiras e de entender os diferentes mercados faz com que cada vez mais pessoas se tornem investidoras.

Dentre os vários tipos de investimentos, um que tem ganhado muita força é o mercado de moeda virtual. No entanto, seu funcionamento ainda é uma incógnita para muitas pessoas. Quem deseja começar a investir tem questionamentos a esclarecer antes que o dinheiro seja colocado nessa modalidade de investimento.

Neste artigo, listamos algumas das principais perguntas relacionadas ao assunto e suas respectivas respostas para ajudar aqueles que ainda têm dúvidas. Confira! 

1. O que são moedas virtuais?

São moedas produzidas por meio de um processo chamado mineração, e toda a sua negociação é feita por meios digitais. Dessa forma, não é possível rastreá-las ou impor qualquer tipo de regulamentação.

Essa moeda fica armazenada em uma espécie de banco de dados denominado Blockchain, que registra as transações usando criptografia.  

2. Como funciona o mercado de moeda virtual?

Assim como nos demais investimentos, a compra e venda de moedas virtuais funciona por meio de transações intermediadas por uma plataforma, caso a pessoa não minere por conta própria.

Para realizar essa transação, o usuário transfere um determinado valor para a conta em uma plataforma de compra e venda e o transforma em saldo para comprar e vender criptomoedas. A partir da volatilidade diária das moedas virtuais, é possível transacioná-las, assim como no mercado de ações — obtendo lucro na diferença entre cada valor. 

3. O que esse mercado tem de diferente?

O principal diferencial do mercado de moeda virtual é o fato de não ser regulamentado. Assim, é possível realizar transações de forma anônima e sem deixar rastros.  

Mais um ponto que representa uma diferença significativa quando comparamos moeda virtual a outras moedas é que ela não tem um valor determinado pela capacidade produtiva ou riqueza de um país. O preço da moeda virtual se baseia em quanto as pessoas estão dispostas a pagar por ela.

4. Quais são os tipos de moedas virtuais?

Apesar de o Bitcoin ser a moeda que mais recebeu atenção da mídia e do público, existem outros tipos de moeda virtual que também ganharam bastante força nos últimos anos. Alguns exemplos são a Ethereum, Cardano e Litecoin. 

5. Como iniciar os investimentos?

Para iniciar os investimentos é necessário, inicialmente, abrir conta em uma plataforma de trade de moedas, como a BitcoinTrade. A negociação de moedas virtuais pode ser realizada por pessoas físicas, mas é preciso ter intermédio da corretora para realizar a transação. 

Depois disso, a transferência do montante a ser investido pode ser transformada em crédito para negociar moedas virtuais.

Pronto para investir no mercado de moeda virtual? Esse é um campo que tem ganhado cada dia mais força quando o assunto é investimento, inclusive com a contribuição do mercado imobiliário.

Se você já é um investidor dessa modalidade ou pretende se tornar um, deixe um comentário no post com suas considerações!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"