Comprar criptomoedas: como escolher a melhor opção?

As criptomoedas são moedas virtuais que utilizam os recursos da tecnologia de criptografia para garantir a segurança em suas transações. Dessa forma, assim como as tradicionais, elas usam códigos complexos de modo a garantir a sua proteção.

Atualmente, existem diversas opções de moedas virtuais no mercado, sendo o Bitcoin a mais conhecida de todas elas. Contudo, você sabe o que diferencia uma da outra e como identificar qual é a melhor opção para se investir?

Pensando em todas essas dúvidas, desenvolvemos este post com algumas dicas que ajudarão você a conhecer melhor as moedas virtuais. Portanto, se você sempre quis saber como comprar criptomoedas e não sabe para quem perguntar, saiba que está no lugar certo. Continue a leitura e confira nossas informações!

Quais são os tipos de criptomoedas?

Bitcoin

O Bitcoin surgiu no mercado em 2008 e, apesar de ter enfrentado muitos questionamentos e discussões, permanece sendo a criptomoeda mais popular no mercado. Nestes dez anos de circulação, ela consegue se manter totalmente segura, não havendo nenhuma pessoa capaz de quebrar seus códigos de segurança.

Na prática, o Bitcoin atua da mesma forma que um sistema de pagamentos, onde as partes envolvidas na transação recebem uma chave criptografada que permite a realização da troca. A criptografia é a primeira característica que define a sua segurança, seguida da tecnologia blockchain, que funciona como uma espécie de livro que registra todas as transferências realizadas.

Dentro do sistema de Bitcoins existe a figura dos chamados mineradores, que são as pessoas responsáveis pelo registro das transações e funcionamento de todo o sistema. Como a rede é descentralizada, não é necessário o aval de nenhuma instituição bancária ou órgão relacionado para a efetivação das transferências — talvez, essa seja a característica que torna a moeda tão interessante.

Bitcoin Cash

O Bitcoin Cash é uma criptomoeda que foi criada há pouco mais de um ano e que surgiu como uma divisão do Bitcoin — isso significa que ela é uma nova versão da moeda criada em 2008. O principal motivo que ensejou a criação dessa moeda foi que muitos usuários estavam insatisfeitos com as taxas cobradas pelo Bitcoin e o tempo de processamento cada vez mais lento da moeda digital.

Essa demora no processamento está relacionada ao crescente número de interessados e de novos adquirentes de moedas virtuais. Como o Bitcoin tem um limite de tamanho de bloco menor, o processamento da moeda tem se tornado mais lento.

Já o Bitcoin Cash tem um limite de tamanho maior, permitindo que a moeda tenha um processamento mais rápido. Todavia, o grande desafio que a moeda enfrenta é se destacar no mercado assim tanto quanto o Bitcoin. 

Litecoin

A Litecoin é uma criptomoeda que tem chamado a atenção dos investidores na área, pois ela tem se tornado uma alternativa interessante para quem não quer optar pelo Bitcoin. Sua principal diferença em relação à gigante é que a moeda tem um criador bastante conhecido por trás da tecnologia, o nome dele é Charlie Lee, famoso por ter experiência na Google.

Além disso, a Litecoin ganhou impulso durante o ano de 2018 depois de ser adotada por uma das principais casas de câmbio de moedas digitais, a Coinbase. Como se não fosse suficiente, ela implementou uma nova tecnologia, chamada de testemunha segregada, que reduziu as taxas de transação e adicionou maior capacidade à rede.

Ether

A Ether é uma moeda que se diferencia totalmente das já citadas, pois a “moeda” é utilizada em uma rede chamada Ethereum que tem um funcionamento totalmente característico e distinto das demais. Lá, ela serve para o pagamento das transações realizadas, e por isso, é vista como a moeda que mantém toda a rede em funcionamento.

Alguns a chama de Ether e outros de Ethereum, entretanto, é importante destacar que a primeira é a “moeda” enquanto a segunda é a rede onde as transações são realizadas.

Sua principal semelhança com o Bitcoin é que ela funciona em uma rede descentralizada. Porém, seu foco é oferecer um lugar onde as aplicações e os contratos possam ser feitos. E é justamente por isso que a rede conta com a contribuição de desenvolvedores que constroem seus projetos dentro da Ethereum

O lado positivo é que ela tem se valorizado significativamente, o que pode ser interessante para os investidores. Além disso, a segurança atrelada a ela é muito grande, trazendo semelhanças com o Bitcoin nesse aspecto.

O ponto negativo — e controverso entre os especialistas — é que a Ether e a Ethereum somente existirão enquanto as aplicações construídas nela existirem, já que uma depende diretamente da outra. Polêmicas à parte, ela é uma moeda que deve ser conhecida pelos investidores e que pode ser uma ótima alternativa para quem quer comprar criptomoedas de destaque no mercado virtual.

Como saber em qual moeda investir?

Agora que você já conhece quatro das principais moedas virtuais que estão movimentando o mercado de tecnologia, é hora de começar a avaliar qual delas é a melhor opção para você. Confira cinco dicas essenciais que vão ajudar na sua escolha.

  1. Preço e valorização: realize uma pesquisa sobre o preço de mercado da moeda e estude informações a respeito do mercado e do histórico de valorização.
  2. Pesquisa: a pesquisa é o principal foco do investidor em criptomoedas. Por isso, para acertar na escolha é essencial conhecer o que está sendo oferecido pelo mercado e atentar para o risco da escolha de moedas pouco conhecidas.
  3. Informações sobre a criptomoeda: aprofunde o seu conhecimento sobre a moeda virtual, busque informações em fontes internacionais e não hesite em solicitar orientações para a sua corretora.
  4. Market cap: conheça a popularidade e o volume financeiro da moeda.
  5. Parceria com empresas ou universidades: isso pode ser um diferencial interessante no momento da escolha.

O primeiro passo para começar a sua caminhada pelo universo das moedas virtuais é partir em busca de um parceiro que ofereça segurança e conhecimento sobre o assunto. A BitcoinTrade é a primeira corretora de criptomoedas no Brasil e a única da América Latina que tem a Certificação Internacional de Segurança PCI DSS Compliance.

Quer investir em moedas virtuais com quem entende do assunto? Entre em contato com a BitcoinTrade e descubra como podemos ajudar você a comprar criptomoedas!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"