Quando falamos em Bitcoin e criptomoedas, as carteiras virtuais são extremamente importantes. Basicamente existem dois tipos de armazenamento possíveis, a cold wallet e a hot wallet.

Com estes tipos de carteiras conseguimos armazenar as chaves públicas e privadas envolvidas nas transações.

Vamos ver em detalhes neste conteúdo o que é a cold wallet, quais as diferenças para a hot wallet e as vantagens que a carteira fria oferece. Siga conosco!

O que é cold wallet?

Cold wallet (carteira fria) é uma carteira de criptomoedas que não está conectada à internet. 

Quem deseja manter seus ativos em moedas digitais por mais tempo, praticando o que conhecemos como hold, é ideal investir em um armazenamento frio, devido a segurança que ele oferece.

Confira a seguir os tipos diferentes dentro das cold wallet.

Desktop Wallet

São as carteiras que existem apenas no computador do usuário

Elas podem ser usadas para exportar arquivos de chaves privadas criptografadas em ambiente offline.

Elas armazenam de maneira offline as chaves privadas na máquina física. Porém, para receber fundos e fazer movimentações, é preciso estar online.

Paper Wallet

É uma carteira de papel, sendo a cold wallet mais barata disponível. Ela contém um par de chaves privadas e públicas impressas em um pedaço de papel.

Assim, nesse método, as chaves privadas são geradas de maneira offline – e não é preciso se preocupar tanto com a segurança (tanto no hold como nas transferências).

Hardware Wallet

Essas carteiras são as mais robustas em termos de armazenamento frio. 

Um hardware Wallet é um dispositivo eletrônico que assina as transações por meio das chaves privadas, que ficam armazenadas offline.

Se o dispositivo for danificado ou perdido, ele ainda permite que o usuário recupere os fundos usando uma chave-semente de backup.

Basicamente, existem 3 carteiras desse tipo mais populares, que são a Trezor, Ledger Nano S e KeepKey que são indicadas para quem deseja armazenar criptomoedas a longo prazo e de uma maneira mais segura.

USB Wallet

Essa é uma das maneiras mais simples de armazenar criptomoedas, pois você poderá exportar e salvar suas chaves privadas no USB. 

Porém, lembre-se que qualquer pessoa com acesso ao USB terá, também, acesso às suas criptomoedas.

E podem existir falhas de hardware, já que o USB é um produto magnético.

Cold wallet x hot wallet: quais as diferenças?

Entre os tipos de carteiras, a cold wallet funciona como uma conta poupança e a hot wallet como uma corrente. 

Como dissemos, em termos de armazenamento de criptomoedas, existem duas opções, as hot wallet (carteiras quentes) e as cold wallet (carteiras frias).

A principal diferença entre elas é que as hot wallet ficam conectadas à internet, sendo mais práticas para o uso no dia a dia, enquanto as cold wallet funcionam como uma espécie de cofre.

Para entendermos melhor, podemos dizer que as carteiras quentes são como as contas correntes em bancos, enquanto as carteiras frias são semelhantes à poupança.

Outra diferença significativa é que você poderá encontrar muitas hot wallets gratuitas.

Para obtê-las basta se registrar e usá-las gratuitamente, enquanto as cold wallets costumam ter custos superiores, justamente porque são mais seguras.

É claro que não estamos falando que as carteiras quentes são totalmente inseguras, tudo dependerá dos hábitos de utilização dos usuários.

Contudo, elas têm uma vulnerabilidade maior porque ficam constantemente conectadas à internet, assim, estão o tempo todo sob ameaça de ataques de hackers.

Por isso, muitos investidores costumam usar os dois tipos de carteira.

Nas carteiras quentes, eles mantêm uma pequena quantidade para o uso diário e para pagamentos e transações (como a quantia é pequena, ela chamará menos atenção dos hackers).

E o restante do patrimônio, fica em uma carteira fria, mantendo essas criptomoedas seguras enquanto elas rendem.

Qual a importância da cold wallet?

A principal importância da cold wallet é a segurança oferecida por ela. 

Manter as suas criptomoedas fora da internet é a melhor maneira de evitar um ataque de hackers que podem fazer com que você perca todos os seus ativos digitais em um instante.

Muitas das hot wallet armazenam seus ativos em nome de terceiros e isso é um risco, porque se algo der errado no servidor dessas carteiras, ou se essas empresas fecharem, suas moedas poderão se perder.

Então, quando você usa uma carteira fria, se mantém distante de todas essas oscilações e problemas que podem fazer com que você perca seu dinheiro.

Quais as vantagens e desvantagens da cold wallet?

Cada cold wallet possui seus prós e contras – e entendê-los é fundamental para poder escolher o melhor tipo de armazenamento.

Vamos ver esses pontos para cada tipo de carteira fria.

Hardware Wallets

Entre as vantagens desse tipo de armazenamento, estão:

Já entre as desvantagens estão:

Paper Wallets

As carteiras de papel também têm suas vantagens, como:

Contudo, elas também apresentam desvantagens, como:

Desktop Wallet

Entre as vantagens dessa carteira, estão:

Porém, as desvantagens são:

USB Wallet

Essa carteira possui vantagens como:

Contudo, entre os pontos negativos estão:

Como escolher a melhor cold wallet para mim?

Um dos pontos que tornam a cold wallet uma excelente opção é o fato desta possuir interfaces mais acessíveis.

Depois de ler essas informações, você acredita que a cold wallet é uma excelente opção de armazenamento para suas criptomoedas? 

Para escolher uma boa solução, é preciso considerar alguns pontos importantes.

O primeiro é a segurança. Esse deve ser o quesito mais importante na sua escolha por uma cold wallet. 

Afinal, não existe nada mais essencial do que manter suas criptomoedas seguras. Depois, analise a facilidade de uso que a carteira oferece.

Algumas podem ter uma curva de aprendizado, exigindo que você compreenda melhor sobre as opções de configurações na interface do usuário, para isto é importante estar familiarizado ao assunto.

Também existem cold wallets com interfaces simples de usar, que são bem acessíveis. 

Vale a pena considerar esses pontos, já que você precisará conseguir usar a sua carteira. Lembre-se, também, de avaliar a conveniência da solução.

Se você é um acumulador que gosta de ter muitas criptomoedas e não tem pressa em esperar elas se valorizarem, não precisa de uma carteira muito fácil de acessar ou de transacionar.

Agora, se você planeja realizar várias transações com suas criptomoedas, é importante uma carteira com mais facilidade de uso.

Outro ponto essencial é o tamanho e a compactação da carteira – principalmente caso você queira levar a cold wallet para diferentes locais.

Conclusão

Neste conteúdo, você aprendeu que a cold wallet é uma carteira para criptomoedas que armazena as chaves públicas e privadas fora do ambiente digital.

Ou seja, essas soluções de armazenamento não usam a internet e por isso são mais seguras contra ataques de hackers e problemas nos servidores.

Em geral, os investidores costumam manter um pouco de criptomoedas nas hot wallets (carteiras conectadas à internet) e a maior parte dos ativos nas cold wallets. 

Assim, você tem mais facilidade para usar suas criptomoedas nas transações, ao mesmo tempo em que mantém segura a maior parte dos seus investimentos em criptomoedas.

Gostou de saber mais sobre cold wallet? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma atualização do nosso blog!