O mundo dos investimentos exige certo conhecimento por parte de quem deseja operar no mercado por conta própria. Alguns conceitos como relação risco e retorno, volatilidade e composição de uma carteira devem ser dominados para que os resultados sejam satisfatórios. Dentre esses conceitos, a diversificação de investimentos é um ponto que deve receber uma atenção especial.

Alternar a carteira entre papéis de curto e longo prazo, maior e menor risco e retorno pré ou pós definido são fundamentais para equilibrar os impactos que as oscilações de mercado podem causar nos seus rendimentos. Pensando nisso, listamos 4 das principais vantagens de diversificar seus investimentos. Confira!

1. Diminuição de riscos

Um conhecido jargão diz que você não deve colocar todos os ovos na mesma cesta. Se você tem conhecimento do mercado, já deve ter ouvido essa recomendação de algum especialista. Ela diz respeito ao fato de que, se você coloca todos os ovos em uma cesta e, por acidente, ela cai no chão, você acaba perdendo todas as unidades que lá dentro estavam.

Essa metáfora é facilmente aplicada ao mundo dos investimentos. Se você concentra todos os seus recursos em uma única alternativa, qualquer acontecimento que cause um impacto negativo nesse investimento prejudica o desempenho de toda a sua carteira.

Quando você diversifica, as chances de outros investimentos apresentarem comportamento diferente e equilibrarem um possível resultado ruim de algum papel é muito maior.

2. Dinheiro disponível a qualquer momento

Outro ponto que deve ser levado em conta é que, ainda que seja feito um planejamento e uma previsão para que os investimentos não precisem ser resgatados antes da hora, sempre estamos sujeitos a imprevistos. Pode ser que a necessidade em uma situação de urgência o obrigue a tirar o dinheiro investido e, para isso, é melhor ter aplicações que ofereçam liquidez.

Dessa forma, a disponibilidade de dinheiro a qualquer momento é garantida e essa não será uma questão a trazer dores de cabeça ou preocupações, especialmente em momentos delicados.

3. Melhor rentabilidade

Ainda dentro do conhecimento financeiro, sabe-se que a diversificação dos investimentos pode resultar em melhores rentabilidades uma vez que reduz o impacto negativo de um determinado acontecimento na sua carteira de ativos. O mercado oferece tantas opções diferentes que é possível explorar essa variedade para maximizar seus resultados.

4. Maior segurança

Dependendo do perfil de investidor ou da experiência de mercado, a segurança é um fator fundamental para que as pessoas saiam da zona de conforto da poupança e passem a investir em outras frentes. Com a diversificação, essa segurança pode ser mais facilmente alcançada e, por isso, deve ser outro ponto considerado por quem já investe ou pretende começar a investir.

Como diversificar a carteira de investimentos?

Agora que você já entendeu a importância da diversificação de investimentos, chegou a hora de aprender a montar uma carteira diversificada e segura.

É importante levar em conta que não basta investir em produtos diferentes, e que são afetados de forma semelhante pelo mercado. Você precisa apostar em classes, mercados e segmentos distintos, para não só maximizar sua rentabilidade, mas também garantir sua segurança financeira em diferentes momentos de impactos políticos e econômicos.

Sendo assim, você pode escolher diferentes classes de ativos como a renda fixa, a renda variável, os derivativos, os fundos de investimentos, a previdência, entre outros. Dentro de cada uma das suas escolhas, você também precisa selecionar diferentes produtos.

Por exemplo, em renda variável, existem as ações e as criptomoedas, enquanto em renda fixa, o Tesouro Direto e o CDB são algumas das possibilidades.

Em todas as suas escolhas, você não pode deixar de considerar qual é o seu perfil de investidor, que depende da sua tolerância aos riscos e dos seus objetivos. Para cada perfil é possível encontrar opções diferentes para compor a sua carteira. 

Você também precisa acompanhar os seus investimentos e observar os resultados que estão sendo obtidos.

É possível fazer o rebalanceamento, uma estratégia que consiste em periodicamente redistribuir seus recursos para retornar à composição de carteira prevista no início. Os ganhos em cada ativo são diferentes uns dos outros, e, com o passar do tempo, pode ser necessário um reajuste para respeitar a proporção que você havia estabelecido.

Pronto para colocar a diversificação de investimentos em prática? Esse é um conceito essencial para quem deseja alcançar bons resultados independentemente do investimento realizado.

Se você já se sente seguro a respeito deste tema, mas ainda tem algumas limitações no que diz respeito ao seu dinheiro, aproveite a visita ao nosso site e leia também nosso post com dicas de como investir pouco, mas com eficiência. ​

Redator | BitcoinTrade

Breno tem mais de 12 anos de experiência com Marketing Digital. Já passou por grandes varejistas tradicionais e em 2017 se apaixonou pelas criptomoedas. Hoje é responsável pelas estratégias de comunicação e aquisição de novos clientes na BitcoinTrade.