3 dicas de como investir pouco dinheiro mas com eficiência

Muitas pessoas têm um pensamento de que, para começar investir, é preciso contar com uma alta quantia de dinheiro. Ledo engano: atualmente, é possível iniciar uma vida financeira mais próspera com menos de R$ 100. Por isso, é importante saber como investir pouco dinheiro.

Se você tem essa ideia de que precisa de muito para começar, saiba que ela não é verdade! Trazemos aqui o fato de que não é necessário deixar o seu dinheiro parado na sua conta corrente, muito menos aplicá-lo na poupança, adquirindo rendimentos abaixo do mercado, pelo simples motivo de não ter uma grande quantia para investir.

Saiba que, mesmo investindo pouco, os seus objetivos e sonhos se tornam muito mais viáveis. Preparamos, então, 3 dicas relacionadas a como investir pouco dinheiro com eficiência. Acompanhe!

1. Defina objetivos

Em primeiro lugar, é preciso definir objetivos que envolvam a sua vida financeira. Somente dessa maneira será possível ter foco e determinação para que seja poupado real por real, a fim de investi-los em algo interessante.

O ideal é que sejam definidos objetivos de curto, médio e longo prazo. Assim, cria-se motivação para que possam ser feitos planos para o seu dinheiro, mesmo que não seja uma grande quantidade.

Lembre-se de que, quando falamos de objetivos a curto prazo, estamos nos referindo à famosa reserva de emergência, que deverá ser uma quantia designada para qualquer imprevisto que aconteça na sua vida; porém, esse dinheiro não pode ficar parado, sem rendimento nenhum.

2. Estude os tipos de investimentos existentes

A nossa segunda dica sobre como investir pouco dinheiro com eficiência é que você conheça os tipos de investimentos existentes. Tendo esse conhecimento, será possível identificar quais deles você poderá participar, bem como entender quais são as melhores opções de acordo com os seus objetivos, tanto de curto quanto de longo prazo.

Preparamos uma lista com algumas opções disponíveis. Confira!

Renda Fixa

O investimento em renda fixa é uma das opções mais comuns no mercado, principalmente para quem está iniciando agora. Geralmente, novos investidores preferem essa opção, pois os riscos são baixos e o rendimento é satisfatório.

Esse tipo de investimento combina muito com investidores que possuem planos a médio e longo prazo, já que precisam ficar um tempo considerável para gerar um bom rendimento. Ou seja, é um investimento focado no futuro. As opções existentes hoje são os CDBs, as LCAs, LCIs e LCs.

Títulos públicos

Outra opção de investimento, e que se encaixa muito bem para quem tem pouco dinheiro disponível, são os títulos públicos — a compra de papéis da dívida pública, ou seja, você emprestará dinheiro para o governo. Esse é um tipo de investimento de baixo risco e também com rendimento aceitável.

Nesse sentido, esse investimento cabe tanto nos planos de longo prazo quanto de curto prazo, visto que há opções de títulos pré fixados e pós fixados com liquidez diária ou não. Hoje, as opções são: Tesouro Selic, Tesouro IPCA e Tesouro Prefixado.

Renda Variável

Por fim, trazemos aqui a opção da renda variável, que nada mais é do que a compra de títulos e ações na Bolsa de Valores, além das moedas virtuais. Esse, sem dúvida alguma, é um investimento que combina com objetivos a longo prazo, visto que o retorno não costuma ser rápido.

Esse recurso também costuma ter um risco maior, ou seja, se o investidor precisa ter certeza de que contará com o dinheiro no futuro, não é o mais indicado a se fazer. Porém, quem tem paciência para esperar poderá ter ganhos consideráveis no longo prazo.

3. Procure por auxílio profissional

Procurar auxílio profissional também é uma ótima prática, principalmente para quem ainda não tem domínio do mercado de investimento. Saiba que muitas corretoras oferecem esse tipo de auxílio para os seus clientes, independentemente do quanto estão dispostas a investir! Então, não deixe de contar com a ajuda de especialistas nesse desafio.

Com essas nossas dicas, já dá para saber como investir pouco dinheiro com mais eficiência: basta arregaçar as mangas, criar um plano de ação e estudar o melhor caminho a ser seguido.

Gostou do conteúdo? Aproveite e saiba agora como escolher o melhor investimento para você!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"